- »

agosto 12, 2013

O Tricô

_Flor, você tem que sair daí... – a Marina diria ao final daquela sexta-feira, antes de eu desligar, um tanto rude, o telefone na sua cara.

O dia toda fora difícil. Acordamos – a Mia e eu –, duas horas depois do cansaço enfim nos derrubar naquela manhã, completamente nuas e exaustas, descabeladas, sujas, o corpo melado, o rum no chão e também no cabelo, aquele cheiro de sexo, de ressaca, a cabeça estourando e as pernas ainda tremendo, famintas, meio de larica e meio de estômago embrulhado, simultaneamente, nos sentido esvaziadas de tudo – de dignidade, principalmente –, o rosto dolorido, de toda a violência gratuita; a boca seca de tanta maconha, num daqueles estados deploráveis após a bebedeira que nós não estávamos exatamente animadas em dividir tão cedo uma com a outra. Vomitei por dez minutos no banheiro. E assim que pude me reerguer, tomei então um banho, enquanto ela forçava algo goela abaixo na cozinha. Café da manhã juntas. Romântico.

Já se passava das nove da manhã – a minha chefe vai me matar. Olhei para o relógio na parede e para a água escorrendo. Tomara que com as pernas, pensei, ainda assim imprestável. E logo o carma se encarregou de me engasgar a garganta com uma ânsia repugnante, abri o box com pressa e despejei metade do meu estômago para fora na privada. Que ótimo. Voltei para o chuveiro, detestando a situação toda. E na saída, escovei os dentes duas vezes, ainda que fracassando em me livrar do gosto de cabo de guarda-chuva que impregnara a minha boca. O banho não resolvera em nada a minha aparência – observei no espelho – como quem nitidamente só dormira um par de horas, mas era bom poder colocar uma roupa limpa. E os meus fios molhados me propiciavam certa lucidez. Disse à Mia que podia ficar o quanto quisesse e a beijei no rosto antes de sair para o trabalho. A esta altura o ponteiro sequer via mais a décima casa do relógio – ficara para trás e eu, bom, também.

_Você está de brincadeira comigo, não é?! – a matrona então disse, irritada, assim que pisei na produtora e topei com a sua cara de poucos amigos a cinco passos da porta. Onze e dezoito.
_E-eu... – gaguejei, a minha cabeça parecia prestes a estourar – ...m-me desculpa, eu não tive uma noite boa – tá, 60% verdade –. Passei muito mal de madrugada – a meia hora atrás –, dormi só às seis – mentira, às sete –. Perdi a hora...
_Não é a primeira vez que você se atrasa. Isso não pode virar um hábito, você entende – continuou séria –, não aqui.
_Não vai, meu. Eu prometo. Eu faço hora extra hoje, e-eu...

Por favor. Só cala a boca e me deixa passar, antes que os meus neurônios explodam. E ela acenou com a cabeça, sem que eu terminasse a frase. Ufa. Passei. E fui voando até o cômodo comum, iniciar o meu computador e subir correndo para o banheiro, colocando os pulsos na água. O resto do dia todo seguiu neste estado irritadiço. Almocei sozinha, mais tarde que os demais. Não falei com ninguém e a Mia não me escrevia de volta – provavelmente dormindo, desgraçada. E quando achei que não poderia piorar, recebi, lá pelas tantas no meio da tarde, uma ligação. Olhei o visor – merda. Era um dos amigos meus e do Fernando. Não quis atender logo de impulso e gastei algum tempo ali, encarando o maldito telefone, que vibrava sobre a mesa. Por fim, optei em aceitar a porcaria de ligação, pressupondo ser recente demais para o barraco já ter chegado ao ouvido de alguém do nosso círculo.

_Estou no trabalho, ô babaca! Fala.
_Mano, verdade mesmo que você e o Fer tretaram??

É. Eu estava errada.

_Benatti, na boa, eu não quero falar sobre isso.
_Foi pra valer então, velho?!?
_Cara... – comecei a me irritar.
_Fala aí. Por que cês brigaram? – insistiu.
_Não é da sua conta.
_Fala logo!
_Não interessa, porra... – esfreguei as mãos no rosto, tentando manter a minha voz baixa dentro da produtora – ...e afinal, se você está tão bem informado, por que não pergunta pra quem quer que te contou essa merda?!
_Mas o Lipe não sabe, ninguém sabe.
_O Felipe?!
_É. O Binho contou pra ele, disse que trombou com o Fer na Augusta ontem.
_JESUS! Vocês são o quê? A porra da ABIN??!
_Quê, velho?! O maluco tava trampando, tava de boa lá; foi o Fernando que apareceu no rolê! E arrumou puta confusão ainda, o Binho tava louco da vida.
_Que confusão???
_Ah, sei lá! E interessa? É só o Fer sendo Fernando... – ele riu – Mas conta aí, meu. Que rolou, afinal??
_Não, volta. Você sabe se ele chegou em casa??! O que aconteceu? O INÚTIL do Binho ajudou pra alguma coisa?!?
_Não sei. Ele não falou nada. Deu alguma treta lá e ele ficou falando com o Fer já do lado de fora do bar. Isso já era quatro, cinco da manhã. Mas ele não tem carro, nem nada, cê sabe.  Deve t...
_Você tem o telefone do Binho?
_Por que? Você não tem?
_Só passa logo.
_Pra quê cê vai falar com o maluco, meu?!
_Porque você, obviamente, não sabe de NADA – resmunguei, pegando um papel e caneta na gaveta –. E porque é pra ele parar de tagarelar, tipo JÁ!
_Não, velho, o cara foi gente boa... Ele só tava bravo porque deu merda lá no trampo dele, não vai descontar no moleque!! Ele pediu pro Lipe não falar pra ninguém. E ele só me contou porque a gente se fala mais, saca, eu e você, e aí eu ia ver se entendia o que tinha rolado. A gente quer ajudar. Sério mesmo, mano. Ninguém mais tá sabendo, pô!
_V-vocês são inacreditáveis... – revirei os olhos – ...puta que pariu, vocês três são piores que a minha mãe e a porra das vizinhas do bairro, em Santo Amaro. “Ajudar”? Assim?? QUAL É?!
_Não é isso, cê entendeu errado...
_Eu vou desligar, Benatti. Na boa, desculpa.
_Espera! Espera! – pediu – Tem alguma coisa a ver com a Mia, não tem?
_O QUÊ?!
_N-não, é-é que...
_DE ONDE VOCÊ TIROU ISSO??!?
_É s-só que u-uma... – soei tão séria que ele gaguejou, sem querer – ...vez o-o Marcos veio com esse papo q-que...
_Não. Isso não tem NADA A VER COM A MIA! E O MARCOS PODE IR À MERDA!! – aumentei involuntariamente a voz, agora puta da vida – VOCÊ ME OUVIU? NÃO ME VEM COM ESSE PAPO, VOCÊS TODOS, PORRA. PODE PARAR AGORA! EU NÃO QUERO NINGUÉM INDO LÁ FALAR PRO FERNANDO DESSA MERDA. FICA NA SUA, RAFAEL!!

A equipe inteira me olhava, no meio da produtora, surpresos. Afundei envergonhada na minha cadeira, tentando conter a minha voz, mas ainda nervosa com ele. As minhas veias pulsavam ferozmente.

_Escuta: você quer ajudar, você faz essa merda parar. AGORA. Sem fofoca! Vocês todos, mano. Isso NÃO vai ajudar! O... o Fer já me odeia nesse momento, porra, eu não preciso de um bando de marmanjo falando merda por aí!!
_Desculpa. Não foi o que eu...
_Não me interessa. Você corta essa porcaria! Eu preciso desligar... – interrompi o que ele dizia, sem mais paciência – ...não me vem mais com essa babaquice, Benatti, POR FAVOR. Sossega o facho! VOCÊ E TODO MUNDO!

Fechei o telefone com raiva. Afundando ainda mais na cadeira, enquanto respirava fundo. Todos me olhavam. A última coisa que eu queria naquele momento era atravessar ainda mais o Fer, expor a sua vida para os outros. Para os nossos amigos. Mas por mais que os minutos se passassem – a verdade é que agora eu não conseguia mais esquecê-lo. Maldito Rafa Benatti e aquela boca cheia de merda. A droga da minha enxaqueca fora substituída pelo pior inferno moral de todos os tempos. E eu fiz cada uma daquelas horas extras, em plena sexta à noite, com os pensamentos obcecados no meu até então melhor amigo.

Ao fim do expediente, sem planejar – ou pensar direito, como qualquer ser racional faria –, tomei o ônibus para Santo Amaro. Excelente. Eu sou um gênio mesmo. E liguei para a Marina quando me dei por mim – já na porta da casa dele –, mas logo desliguei. Foda-se, já estou aqui.

22 comentários:

Anônimo disse...

"JESUS! Vocês são o quê? A porra da ABIN?" hasuahsauhsauhsuahsuashaushauhsaushas FM REINA!!!

Anônimo disse...

IHIIII! #Todasnervosa

Pathy disse...

Homem adora uma fofoca, vixee.
E essa FM é louca cara, como assim ela vai na casa do cara?! PLMDDS isso vai dá merda :(

Ianca' disse...

Me fala se ela tem algum pingo de juízo na cabeça? Velho.........
Não tá na hora,porra!

Anônimo disse...

Vai dar ainda mais treta nisso ae. FM teus impulsos ainda vão te matar, mulher.

Anônimo disse...

Mas é uma bocó essa FM, pelamor...

Juliana Nadu disse...

Pqp!! num deu nem 24 horas do ocorrido a galera toda já sabendo!! e pior suspeitando dos motivos certos!!! =/

Eu nem consigo imaginar como o Fer deve ta nesse momento!! que merda!! E acho que não é uma boa hora pra FM aparecer assim na frente dele!! Ela é a única pessoa que ele não quer ver nesse momento! =/

Anônimo disse...

O que é ABIN?

Anônimo disse...

Primeiro: "Minha chefe vai me matar...Tomara que com as pernas"
Depois ela vai no Fer
Gente, medica essa menina que ela tem problema, na boa! Sossega o rabo com a linda da Mia!!

Anônimo disse...

Não comentei por não ter visto!! Mas que saco, acho a FM completamente além do egoísmo normal; tudo tem que ser do jeito que ela quer, na hora que ela quer. Se ela precisa de um tempo às vezes, os outros que tem que entender. Se o Fer precisa e obviamente ele precisa, foda-se! Ela não pode dar esse tempo pra ele porque ELA não sabe esperar. E ela vai acabar jogando a Mia fora...

Aléxia Carneiro disse...

Tem que tomar mt cascduo nessa cabeca essa tal de fm.

LU disse...

Discordo do Anonimo! Acho o egoísmo da FM normal! Dentro dos padrões atuais de egoísmo!!!
O lance dela tá sempre no perrengue vem do hedonismo! Ela não se controla, tenta, mas não consegue! EU ADORO!

Será q depois das bolachas romanticas teremos uns socos irados? ;P

bj Mel! Tá sempre mandando muito bem! <3

Cris F Santana disse...

Essa mina tem uma capacidade incomparável de fazer caquinha xD

Dan disse...

Péssima, péssima idéia, F.M.

Anônimo disse...

Aaaaah, mas vá tomar tenência FM!
Que coisa mais teimosa, não aprende nunca, hein menina?
E lá vem mais barraco rsrsrs

Anônimo disse...

Um mínimo de juízo e ela iria esperar a poeira baixar... mas é a FM!!
Deixar p depois não é a dela e nunca será... então é esperar pela próxima briga... pq o Fer ainda tá fervendo c certeza!!
Obg Mel!! Como sempre maravilhoso!! ;)
(Mariana Curi)

Marianna disse...

Porra. Ela deixa a Mia em casa e Vai no Fer??
ooh God, Why?

Bruna disse...

Aiii cacete....

Ainda não deu tempo de se acalmar gente... vai dar merda de novo!
=\

Thays disse...

omfg, vai dar merda isso ae

Anônimo disse...

Vai pra casa, FM!

Anônimo disse...

meeeeeeeeeeeeeeeel, nao esquece do blog não! =)

Anônimo disse...

Volta, meeeeeeel