- »

março 01, 2014

Cedo demais?

_E cê vai assim? – brincou, olhando a minha escolha de roupas.
_Babaca.

Eu ri. E o olhei com carinho, argh. Por favor.

_Não – relutou –, sei lá. Tô de boa. Acho que vou pra casa...
_Fer, por favor. Vamos. A gente nunca ficou tanto tempo sem trocar ideia, meu... É insuportável ter que beber com qualquer outra pessoa – sorria, eu deliberadamente afastava a conversa da Mia –, não achar um puto nessa cidade que joga sinuca que nem você. Porra. Vamos. A gente não fala de mulher; não fala de merda nenhuma, se você não quiser.
_Não. Não acho que é por aí. Ainda tenho muita merda pra resolver com você... – desencostou do portão também, como quem se prepara para ir embora.
_Fica aí, meu. Vamos lá! Não precisa ser complicado, porra.
_Não, velho. Outro dia.
_Eu posso te ligar?
_Sei lá – ele se estressou com a insistência, visivelmente desconfortável de repente, por estar ali –. Cê faz o que você quiser. Só preciso dar uma mijada e vou, quero voltar pro almoço...

Espera. Aqui?, os meus olhos se alarmaram.

O pensamento mal cruzou a minha cabeça. Durou um milésimo de segundo – ou nem isso –, mas foi o suficiente para o Fernando perceber. Com os seus olhos agora fixos na minha reação. A sua expressão se alterava rapidamente, se tornando apático e irritado. “Não se preocupa”, disparou então na minha direção, com desprezo. E concluiu, puto: “Eu não vou subir”.

_Fer, n-não foi isso que e-eu... – me enrolei, desesperada, vendo-o pronto para dar o fora – V-você pode subir se quiser. Não é isso! Não tem problema!

Tem, sim.

_Ela tá aí, não tá? – me encarava com raiva.
_Não!

Sim.

_Você é uma MERDA de mentirosa, sabia?!
_Fer, caralho, eu não disse NADA. Você tá partindo de um pressuposto. Isso é ridículo, porra!! Não tem ninguém aí! – levantei a voz, mentindo descaradamente – E outra: e se tivesse? O que você acha qu...
_”E SE TIVESSE”?? Eu amei essa desgraçada por TRÊS ANOS, FILHA DA PUTA, CÊ CALA A BOCA! – gritou comigo – VOCÊ NÃO VAI DIZER COMO EU TENHO QUE REAGIR!
_M-MAS... PORRA, CARALHO!  – me exaltei, respirando fundo a fim de recuperar a calma – Fer, pelo amor de Deus – pedi –, não vamos brigar. Pára. Só pára. NÃO TEM NADA ACONTECENDO!
_Foda-se – fez como quem vai embora – Que se dane essa merda...
_Não faz isso, cara. A GENTE ACABOU DE CONVERSAR NUMA BOA! – falei na sua direção, mas ele já estava adiante na calçada – Não vai embora assim! Caralho. FER!

Merda. EU NÃO ACREDITO NISSO. Apressei o passo atrás dele e logo me contive – com medo de irritá-lo ainda mais. Completamente ignorada em todas as minhas tentativas de reversão da situação. Mandou que eu ficasse. Para ele, não tínhamos mais nada o que conversar naquele momento. Sei. Conforme assisti o meu melhor amigo dar os seus passos na direção oposta à minha, senti ódio contra mim mesma. Sua estúpida. Incerta do resultado daqueles minutos de conversa. Como eu perco uma chance dessas, porra?!

Entrei no apartamento minutos depois, com vontade de chutar tudo o que via pela frente. A Marina estava na sala, da mesma forma que a deixara, agora sorrindo ao lado da Vivian – que tinha os cabelos molhados –. Ambas conversavam com o Du no sofá. E os três me olharam na mesma hora. Assim que entrei – a porta mal batera e a Marina já se levantou, preocupada. “O que aconteceu?”, disparou, “vocês conversaram??”. “Eu fodi tudo, foi isso que aconteceu”, segui caminhando, na direção no corredor.

_Flor, pára só um segundo – a Marina pediu –, volta aqui. Fala comigo!

A ignorei. Me trancando automaticamente no banheiro. Com vontade de gritar. De destruir cada porra de ladrilho ali dentro. EU SOU UMA MERDA DE UMA IDIOTA! Argh. Me preparando para horas de autodesprezo, fechada ali e longe todos, quando bateram na porta. 

_NÃO ENCHE, MARINA! resmunguei, em alto e bom som. 

Mas ouvi-a dizer, do outro lado:

_É a Mia...

14 comentários:

Anônimo disse...

ADOOOOOORO ver o circo pegando fogo! Sério, Fer e FM não podem se entender JAMAIS! MWUAHAHAHAHAHAHA...

Ianca' disse...

Deu vontade de chorar. Imaginei o tom da Mia... Que caótico e triste. Me bateu uma bad :(

Anônimo disse...

To na mesma que a Ianca ://

Juliana Nadu disse...

=[

isabela rodolpho disse...

Sera que a FM vai deixar a Mia entrar???Eu to me sentindo como a FM aqui,querendo quebrar tudo kkkkk

Anônimo disse...

de que adianta escrever 2 posts e parar naquela parte que vc perde o sono mas nao fecha o livro?
melissa, jura que um dia publica o blog todo?

Anônimo disse...

Ai Mel. :x
Fico com medo desses posts assim... Onde a Fm tem surtos de raiva dessa situação
com o Fer, fico na dúvida do que ela vai fazer. Só torço pra ela não fazer merda com a Mia.
Posta mais *-*

Anônimo disse...

Porra, larga de mao do Fer por um tempo, criatura!! Ja conseguiu o que queria ha anos, vai cuidar da Mia, FM! Ela largou tudo, a zona de conforto, pra ficar com FM. Agora guenta e assume, FM, deixa de frescura!

Anônimo disse...

Ñ acho que é uma parada Fer OU Mia. por que a FM ñ pode querer os dois??? E lutar por isso?? Ela ama os dois porra. Essa sempre foi a questão no blog.... como não perder nenhum deles!!


fiquei feliz c/ a aparecidinha do fer <333

Anônimo disse...

A impulsividade e insistência da FM quando e com quem não deve, me irrita profundamente as vezes.

Anônimo disse...

Awnnnnnnnnn! A <3 M <3 I <3 A <3. Imaginei ela toda fofa do outro lado da porta dizendo com um tom embaraçado e acolhedor "É a Mia..."

Karla disse...

Lindo,lindo,lindo ♡♡♡♡♡♡ Ôh Mia acalma esse furacão,eita Fernanda Maria ;'(

Anônimo disse...

O NOME DELA É ÉFIEMI

Mariana Pacheco disse...

=(
Minhas esperanças não vão morrer..
Eles se amam e vão fazer as pazes!!