- »

maio 15, 2014

Permanente

Não. E foi um não grande. A Mia tinha dessas às vezes e o seu receio em se assumir se confundia com qualquer incômodo que causava aos pais. Não queria poupá-los tão mais que a si mesma. Olhei para a sua tatuagem, ainda nua na cama, descendo a lateral do seu corpo nuns rabiscos bonitos. E antes de acender um baseado, a apontei: “e o seu pai, ele achou ruim quando cê fez as cerejeiras?”. Ela riu, como se a resposta fosse óbvia. “Armou um escândalo”, disse, revirando os olhos, e pegou o fino da minha boca, “os dois fizeram”. “E que você respondeu?”. “Nada, ué, só fiz”. “Mas eles sabem? Você esconde?”, observei a fumaça sair lentamente dentre os seus lábios, tentadora. “Como se desse, né. Eles são meus pais, eu vejo eles todos os dias...”. “Hum?! Nem no Natal ou Hanukkah ou... sei lá, não sei o que vocês comemoram”, insisti e ri, “Hein, você não coloca uma blusinha de manga longa pra sua vó não ver?”. A Mia balançou a cabeça e franziu as sobrancelhas, em negação. Com o seu espírito porralouca ofendido. “Não. Claro que não!”. Tragou mais uma vez, prendendo a respiração. E continuou: “se alguém tiver um problema, eu mando à merda”. “Bom... Então”, eu achei graça.

_Pense em mim como a sua nova tatuagem.

16 comentários:

Anônimo disse...

hahahaha. lindas.

Anônimo disse...

Tva com sdds dos posts pequenininhos <3333 fofo demais esse!!!

Anônimo disse...

Cara, puta frase. Levar pra vida rs

Anônimo disse...

Woooooooooooow Góias!

Anônimo disse...

:3

Anônimo disse...

nada a ver com o post, mas tocou siempre me quedaras agora no shuffle: sdds clara! <3

Anônimo disse...

Meeeel, vou te fazer uma pergunta que nao tem nada a ver com o post. O que vc achou do filme ''Azul é a cor mais quente'' ? Assisti ele semana passada, e nem sei se vc assistiu, mas queria muito saber a sua opiniao ;p

Patricia Corrêa disse...

Quero mais por favor.

Iully Desiderio disse...

AWN *-*

( the girl fucking Mia ) disse...

Anônimo das 6:30 (Uau! 6:30? Haha!),

Simmm. Vi duas vezes, uma delas num dos Fucking Encontros que teve com as leitoras em SP <3

**SPOILER ALERT DO FILME**
Eu gostei e tive bastante dificuldade em admitir isso, porque quando fui assistir eu já sabia de todos os abusos que o diretor cometeu contra as atrizes e isso me incomodou MUITO. Não consegui aproveitar as cenas de sexo, por exemplo. Não achei nada escandaloso (como estavam dizendo) e também achei meio fora da realidade lésbica em alguns sentidos, mas ok em outros. Sobre o filme em si, eu adorei. Gostei do roteiro, gostei do ritmo e das cores, da fotografia toda. Como muda de azul para vermelho. Quase SURTEI quando o cabelo da outra aparece no bar numa das primeiras vezes (<3), achei várias das escolhas do diretor muito sensíveis e bonitas. Achei que representa, sim, muitos casais lésbicos (apesar das críticas de ter sido muito modelinho patriarcal, heteronormativo... e é mesmo, mas a verdade é que existem casais assim aos montes. TRISTE, né, na minha opinião... Era um relacionamento totalmente desigual e vazio, sei lá, mas achei que o filme mostra isso bem, você sente a angústia e o tédio delas). Acho meio bizarro as pessoas se apaixonando pela Adele (???), não faz o menor sentido pra mim, hahaha! Senti cada grama de sofrimento dela, por ser tão dependente, meio dona de casa e lost da vida. Hahaha. Gosto de personagens humanos, reais. Adorei a cena delas no café (fim), para mim foi a melhor do filme. E mais ainda como tudo termina, quando ela se dá conta e finalmente se ergue, caminha sozinha. Achei bonito. Dei uma passada de olho no quadrinho original e parece ser DEMAIS! Maaaaaaaaas tenho muito receio em falar bem do filme. Faço questão de criticar o diretor TODA VEZ, porque não acho que pela obra se saído bem ele possa sair ileso. Que a gente deva "deixar passar". Então toda vez que me perguntam do filme ou que ouço alguém exaltando aos montes, faço questão de falar que o cara é um babaca e que me deu nojo. Não acho aceitável falarmos bem do filme sem reconhecer que ele fez mal a pessoas reais. Sinto que por estarmos muito carentes de produção cultural sobre LGBTs, acabamos achando tudo o máximo sem ousar criticar...
**SPOILER ALERT DO FILME**

É isso! E você, o que achou? :) Aliás, agora para todas: quais os seus filmes favoritos sobre LGBTs? Eu amo de paixão "Weekend", "Contracorrente" (ambos gays) e "Eloïse", acho que são meus prediletos.

Beijos e obrigada a todas que comentam aqui!

Mel M.

Anônimo disse...

nao conhecia esse weekend, assisti agora o trailer, parece ótimo. adorei a dica! tbm ainda nao assisti contracorrente, mas esse ja tava na lista. eloise eu assisti, mas minha memória é ridícula, e eu esqueci a porra toda. meu filme sapa preferido foi mesmo azul é a cor mais quente, embora eu tenha gostado tbm de um super adolescente, lost and delirious.

Cris F Santana disse...

Ah... As tatuagens..

Anônimo disse...

Entao, achei simplesmente PERFEITO. A historia foi muito bem desenvolvida e tudo o mais. O motivo real da minha pergunta foi justamente sobre a questao do sexo, nao sei, achei um pouco demais sabe ? Enfim, obrigada por responder ;p

Anônimo disse...

Aí, eu tambem queria saber a opinião da Mel sobre esse filme.

( the girl fucking Mia ) disse...

Eu não achei exagerado o sexo, achei que ficou bom e se encaixa no tesão esperado de início de relacionamento. Achei meio bizarro o tanto de cara-na-bunda sendo a primeira vez delas e não trepei com tantas minas que fizessem isso (nenhuma, acho, hahaha!), o que para mim pareceu estranho. Não sei quantas lésbicas se viram representadas nisso, mas no geral achei que ficaram boas as cenas de sexo. Não achei pesado ou "muito". Mas, claro, fez homens nojentos se "animarem" no cinema e isso me deu ânsia de vômito imediata hahahahahahaha :P

Anônimo disse...

Exatamente, cara-na-bunda HAHA. Assim, no aspecto geral, ficaram otimas, so a cara-na-bunda que fodeu com tudo literalmente HAHA