- »

maio 29, 2014

Pode. Pode?

“Estou só olhando”, respondi, sem nem olhar para o lado. A minha mão estava ainda sobre o livro quadrado de arquitetura e a outra ocupava-se em por o celular de volta no bolso. Fingi por um instante estar de fato olhando na direção das obras destacadas sobre a mesa, só para despistar – não havia ninguém praqueles lados da Cultura e a última coisa que eu queria era socializar com alguma funcionária. “Tem certeza?”, ela insistiu, “eu não estou fazendo nada agora no setor, posso te ajudar a encontrar algum livro”. Eu balancei a cabeça.  E achei graça na sua disposição para trabalhar – se fosse eu, estaria me fazendo de ocupada entre as prateleiras só para não ter que falar com ninguém. Dei um passo para o lado e os meus dedos deslizaram desinteressados sobre um livro de paisagismo.

_Você estuda arquitetura? – a funcionária me perguntou.
_Não. Mas meio saio com uma garota que estuda.
_Ah...

Os meus olhos seguiram desatentos por uma obra ou outra, já quase ao fim da mesa. “Alguma coisa para ela, então?”, a garota me perguntou. E eu estranhei. “Não”, respondi, rindo, como se fosse óbvio. E só então subi o meu olhar até a atendente – agora curiosa. “Não?”, ela sorriu, me olhando de volta, diretamente. Eu achei graça. “Não”. Ela acenou com a cabeça, captando a confirmação, e apoiou as duas mãos sobre a mesa. Eu dei mais um passo adiante. “E você, estuda o quê?”. Tinha uma sensação esquisita no estomago, os meus dedos deslizavam pelas capas dos livros. “Nada”, ergui os olhos mais uma vez. Realmente curiosa. E os abaixei logo em seguida. Ela usava os cabelos ruivos, repicados logo abaixo da orelha. Parecia um ou dois anos mais nova do que eu – “nada?”, ela riu. E eu balancei a cabeça.

_Cara, você não está ajudando...
_Não, né? – eu concordei, achando graça.

Ela sorriu. Olhava na minha direção sem qualquer constrangimento – você está dando em cima de mim?, a ideia me divertiu – e a encarei por um instante de volta. É impressionante a capacidade que temos de nos comunicar com apenas pálpebras e pupilas. “Você trabalha?”, ela perguntou, antes que eu desse mais um passo para frente, pegando um livro qualquer nas mãos. “Nada de interessante”. “Duvido”, me olhou mais uma vez. Juro. Às vezes, penso que as bichas e sapatas vivem tão à parte, tão escondidos, que desenvolvemos esse tipo de habilidade. Como um código. Para a nossa própria sociedade secreta – nos olhamos e sabemos. Sabe? Nos identificamos. É como nos comunicamos na rua, como damos em cima uns dos outros sem sair do armário. Sem nos expor. “Trabalho de assistente numa produtora”, a olhei de volta. “Ok. Acho que não temos livros sobre isso”, sorriu. E ajeitou o próprio cabelo. De forma despretensiosa. Tinha alargadores pequenos e pretos em cada uma das orelhas, desses de 5 ou 6 milímetros e que fazem uma curva quase em espiral. São bonitos, pensei.    

Todos os funcionários da Cultura eram meio porraloucas. “Eu posso ver a sua tatuagem?”, a garota me perguntou então. “Oi?”. “Eu tava vendo ali de trás”, disse, “antes de vir te atender... Achei tão bonita”. Eu estava com uma camiseta branca, já um tanto velha e batida, que coloquei só para ajudar a Lê a raspar o moicano e que escondia a maior parte dos rabiscos no meu corpo. “Qual delas?”. Ela se aproximou do meu lado direito, respondendo – “essa”. “Essa aqui?”. Ergui a manga, revelando o restante das rosas que cobriam o meu ombro. Aquela era a favorita da Mia – gostava do fato de que nós duas tínhamos flores cravadas na pele, ela dizia. “São lindas”, a menina comentou. E segurou no meu braço, escorregando o dedo por cima das linhas. Eu a olhei de volta, de perto. Descaradamente. Filha da mãe. Observei, achando graça, conhecia aquele joguinho até bem demais.

_Você tem alguma? – perguntei.

Ela ajeitou o corpo para mais perto de mim. “Só uma”, tudo acontecia de forma muito sutil. “Mas queria fazer mais. Você tem outras?”. É. Eu ri – “algumas”. Arqueei a sobrancelha, como se indicassem não serem poucas. “Algumas?”. “É”. “Quantas?”. “Acho que oito, não sei bem...”, respondi e fiz graça, “algum livro pra me recomendar?”. Ela riu, bagunçando a franja com a própria mão. Se divertia comigo – “olha, uns bem melhores do que de arquitetura...”. Eu ri. Tenho certeza disso. Concordei com a cabeça e ela me olhou, agora sem sequer disfarçar o seu interesse. Desgraçada. Isso não vai prestar. A Mia estava para chegar, a qualquer instante.

_Escuta – sem pensar direito, fiz então o que a antiga eu faria uns meses antes – Por que cê não me passa seu telefone e a gente vê esses livros outro dia...
_Outro dia só? Eu posso te mostrar agora, se você quiser...
_É, mas... – subi o olhar e ela tinha todas as suas intenções fixas na minha direção – ...acontece que eu não trouxe dinheiro hoje – brinquei –, vai que eu gosto de algum livro e quero levar. Não é?
_Sei.
_E outra: hoje eu também não posso ficar, vim encontrar alguém.
_Hum. A arquiteta?
_É. A arquiteta – confirmei e ri.

25 comentários:

Lika disse...

ODIANDO a fm no momento. argh.

Anônimo disse...

Aaaaaaand she's back.

Anônimo disse...

Que trouxa, meu.

Anônimo disse...

ah mano tnc,ta loco a Fernanda Maria é foda velho puta merda

Anônimo disse...

FM voltando a ativa <3

Anônimo disse...

AMANDO A FM. Num to nem ai!!!!! Quero er o circo pegar fogo, tava demorandoooo kkkkkk amo ela biscatona, o post foi delicioso de ler e ctz que vai ter barraco e sexo com a mia dps #toaguardandooo

Anônimo disse...

Mas oq ??

Anônimo disse...

FERNANDA MARIA! PODE PARAR DE QUERER A VOLTAR SER FILHA DA PUTA AGORA MES-MO! Que merda,passou por tantas e agora vem com uma dessas só pra mostrar que não merece a mia..a mina enfrentando maior barra em casa por causa dela..nossa

Anônimo disse...

Eu gostei demais do post sorry kkkkk

Anônimo disse...

Concordo totalmente meu, a questao toda nao e nem a Mia, e sim o que ela ta passando em casa, pra tudo dar certo entre elas e a FM vem com essa ? Lindo o post, mas sacanagem ne Mel ? Kkkk

Gabs disse...

Anônimo das 11:09
"Aaaaaaan she´s back."

HAHAHAHAHAHAH Fui obrigada a rir.
E eu gostei do post MESMO,adorei.
FM é FM e acabou, galera. Aceitem.
HAHAHAHAHAHA Ai, ai. <3

Glaucia disse...

"Biscatona" .. Raxei.. Fm foda.. To contigo..

Anônimo disse...

muita sacanagem com a Mia.
fdp.

Anônimo disse...

Qnd a pessoa é cretina não muda mesmo kkkkkk

Anônimo disse...

Nossaaa, Não!!! :(
Pooo Fernanda Maria

Anônimo disse...

Hahahahahahahahahaha simmmm pra essa parte: Às vezes, penso que as bichas e sapatas vivem tão à parte, tão escondidos, que desenvolvemos esse tipo de habilidade. Como um código. Para a nossa própria sociedade secreta – nos olhamos e sabemos. Sabe? Nos identificamos. É como nos comunicamos na rua, como damos em cima uns dos outros sem sair do armário. Sem nos expor. #perfect

Anônimo disse...

graças a deus! já estava enjoada da melação. she's back <3

o post surpreendeu, o que deixou ele melhor ainda. não imaginei que fosse rolar algo assim nessa altura da história. mas vale sonhar com um barraco por causa da garota da livraria e tudo terminando num lindo threesome? o que seria ainda mais incrível, porque aí mia seria sapatão de fato... não sei vocês mas ainda vejo ela como fmsexual, como se a fm tivesse sido uma exceção na vida dela (o que é válido, amor é amor) mas seria muito genial ela pegando outra garota. (tá, mia até ficou com outra mas acho que aquela não conta muito, foi mais pra por ciúme na fm)

enfim, continue! #gofm

Anônimo disse...

Ôh gente puta merda,Fernanda Maria é foda loca do pote,pensa na Mia no inferno que ela tá passando e a ariana maldita faz uma sacanagem dessa :@

Anônimo disse...

THE OLD FM IS BAAAAAAAAAAAAAAAAACK!!!!!!!

adoreeeeeei! movimentação, pls!

Anônimo disse...

que mané sacanagem, gente! ela nem fez nada!!!! só deu uma flertadinha. quem nunca??

Anônimo disse...

uma palavra: idiota!

Anônimo disse...

Poorraa velho, vá se fuder FM, não começa com essa! A Mia ai fazendo mó sacrifício por vocês. Não é a hora de fazer merda, porra! Ô Mel, assim você acaba com meu coração :// Tava tão feliz com ela amando a Mia, quieta.

Anônimo disse...

Me identifiquei. Adorei hahahahahahaha

Anônimo disse...

Meu tbm acho q se a Mia pegasse de fato outra mina, seria completamente diferente. Por exemplo, eu acho q ela se ''terminasse'' com a FM, voltaria a ficar com caras. Mas se ela pegasse com uma mina, ai eu nao teria tanta certeza HAHAHA

Anônimo disse...

eu nao acho q a mia voltaria a pegar caras... tipo, acho que ela pegaria caras: TAMBÉM.
Mia bi <3!