- »

julho 09, 2011

Meio culpada, meio Cupido

É, era tudo o que eu precisava. Puta merda, viu. A Marina brava comigo, excelente mesmo! Cruzei os braços e encostei contra o banco, de cara fechada, ainda com um dos tênis desamarrados sobre o painel. TPM dos infernos!, pensei, começando a achar que ter ficado com a fulaninha ruiva talvez tivesse sido melhor do que aquela situação com a minha ex-namorada. Maldição, não me deixam em paz, porra. Tá tudo sempre ruim, tá tudo sempre uma merda, não importa o que eu faça, caralho... mas que droga, lamentei comigo mesma.

_Não vai falar mesmo? – virei o rosto para ela, após alguns minutos.
_...
_Tá bom, Marina – suspirei, tirando o celular do bolso, enquanto ele apitava escandalosamente – faz como você quiser.

Abri minha caixa de mensagens e lá estava, um recado da ruivinha daquela manhã – e, pelas minhas contas, da madrugada anterior também. “Adorei te conhecer, rs”. Quer dizer, é assim que as pessoas “se conhecem” agora, achei graça por um instante e ri. Aí me senti uma cretina, claro. Desliguei o celular sem responder, enfiando-o de volta no bolso e me ajeitei mais uma vez no banco. A Marina me olhou rapidamente e pouco depois parou com o carro no semáforo, antes do sinal amarelo se tornar vermelho. Já estávamos perto de casa, em Jardins.

_Meu, o que deu em você? – persisti estupidamente, um tanto curiosa.
_Dá para cortar o assunto?! Chega, meu. Não é nada... – ela se incomodou – ...você estava bêbada, aliás bem bêbada, nota-se, e eu não preciso reviver aqueles dez minutos lamentáveis da nossa amizade. A propósito, não sei nem porque vim até aqui te buscar na casa aí da... sei lá quem era dessa vez.
_Ah, é esse o problema agora?! Má, é só me falar, porra, não precisa vir me buscar. Eu te liguei porque... sei lá... porque eu confio em você, porque é pra você que eu ligo sempre, pelo menos ultimamente. Mas se não queria vir, não vem, pô! – me desculpei, sendo sincera – se eu soubesse que ia te incomodar tanto, nem tinha nem ligado!
_Não é isso. É so que é, né, é engraçado... – ela se lamentou, dirigindo, olhando para frente – ...cinco anos atrás eu estava aí sofrendo por causa desse seu comportamento egoísta e, hoje, eu estou indo te buscar na porta.
_Cara, você não precisa fazer isso... – me senti mal, merda, e a olhei com carinho – por que você vem, meu?
_Porque, bom... – ela estacionou em frente ao meu prédio e se dobrou na minha frente, abrindo a porta do meu lado, já praticamente me expulsando do carro – ...porque você é tipo uma criança, sabe... – prosseguiu, com certa ironia, mas sem maldade – ...que a gente precisa pegar na mão e mostrar o que está fazendo de certo e de errado; que não sabe o que quer da vida; não sabe se relacionar com ninguém; não aprende nunca a beber; e definitivamente ainda não entendeu pra que serve um aparelho celular.
_Você está sendo cretina de propósito, Marina...
_Não, eu só não estou com paciência para lidar com você hoje. Vai, tchau... sai, sai!

Revirei os olhos mais uma vez, sem acreditar naquilo, e desci do carro de mau humor. Fechei a porta e assisti a Marina se afastar pela quadra seguinte da Frei Caneca, conforme acendia um cigarro. Subi minutos depois pelo elevador do prédio e cheguei ao apartamento estranhando a posição das coisas; parecia que havíamos sido assaltados por um bando incompetente de ladrões. Entrei na cozinha para pegar um copo d’água – precisaria de uns cem daqueles ao longo do dia – e o Fernando acordou com o barulho. Ele estava capotado numa das cadeiras da cozinha, com o rosto grudado na mesa e as roupas do dia anterior, acompanhado apenas por uma das mãos em cima da tábua, enquanto a outra pendia para baixo junto ao seu corpo.

_Você dormiu aí, ô pamonha?! – eu ri.
_Não... não... dormi não... – disse acordando, puta mentira deslavada.
_Sei – ergui a sobrancelha, sem acreditar nele.
_Como foi lá? – perguntou, esfregando um dos olhos, com sono – Comeu?!
_Ao que tudo indica... e você? Achou alguém lá?
_Nahhh... – levantou os braços, se espreguiçando – ...peguei umas, mas sei lá, tava meio bicha. Fiquei pensando na Mia, manja, depois que a gente conversou, fiquei bodiado.
_Espera... – o meu coração pulou uma batida, mas que inferno, me esforcei para não dar bandeira – ...você... você conversou com a Mia ontem?!?
_Não, idiota! – ele achou graça – A conversa que eu tive com você.
_Ah, tá...

...porque isso me faz sentir “tão” melhor, não é.

_Aí, não sei, nem quis trazer ninguém pra cá. Me senti meio mal, mas, né... tenho você para viver os meus sonhos! – ele riu, brincando – conta aí, meu, o que achou da ruiva?!
_Ah, sei lá, não achei nada... – disse, desanimada, terminando a minha água e colocando o copo na pia – ...normal.
_Só isso?!? – ele me encarou, rindo, sem entender e eu quis sair logo dali, de perto dele e da merda da sua vida amorosa – Que é... não foi bom, porra?!
_Ah, Fernando, não enche...

24 comentários:

Anônimo disse...

Essa Marina é uma liiinda mesmo né? Mesmo bravinha *-*

Dea disse...

eu tou sentindo, pela singela e linda enrolação, que algo tenso está por vir. tenho medo!

beijos ;*

Anônimo disse...

"...porque você é tipo uma criança, sabe... - prosseguiu, com certa ironia, mas sem maldade - ...que a gente precisa pegar na mão e mostrar o que está fazendo de certo e de errado; que não sabe o que quer da vida; não sabe se relacionar com ninguém; não aprende nunca a beber; e definitivamente ainda não entendeu pra que serve um aparelho celular."

Essa sou eu. rs

Anônimo disse...

Marina é linda mesmo. Será que a FM, embreagada, se declarou pra Ela, pensando estar falando com a Mia? Uia! Rs
Ansiosa pelo próximo post.

Anônimo disse...

vou entupir vc de perguntas.... 1 O QUE A FM DISSE PRA MARINA?

Anônimo disse...

2 E O FERNANDO TA ARREPENDIDO E VAI ATRAS DA MIA?

Anônimo disse...

3 E 4 E A FM COMO FICA? E A MIA KD MEU DEUS? hahaha mandei em partes pra encher de comentário mesmo *-*

Kelem disse...

Meeeeeellllllllll, vc me enrolou, esses dois posts cabiam em um só e vc faria outro pra tirar minhas duviadas e das meninas acima, responde só pra mim via DM la no twitter, o que a FM falou pra Marina, please.

( the girl fucking Mia ) disse...

Anônimo lindo e Kelem, não posso revelar conteúdo de posts futuros (6) muuahahaha... aguardem! ;)

E são dois posts, sim, hehe originalmente terminava quando ela descia do carro... mas decidi continuar e aí transoformei em dois!

Ahh... obrigada pelos comentários lindos, todas vocês!

'duuda disse...

aiii fico tensa com a Marina, tadinha :~~
e é tão bom ver o Fer e a FM se falando de novo x)

Ma disse...

SÉRIO MESMO QUE VAI FICAR DE SEGREDINHO? POR QUÊÊêÊÊêEEEEE???? (leia em tom de MUITO desespero!)

Ai gente, socorro. Ao mesmo tempo que adoro a FM como era.. Sinto pela Marina! :( E por mais que o Fer seja um fdp tão buni ele pensar assim da Mia.
HAHAAHAHAHAHAH sinta as contradições. Ai, gosto tanto de todos, quero todos num potinho! :~ heheheh Olha, to até querendo que a Mia apareça de novo. Cadê a Mia? hahahaha
Cadê o que a Marina e a FM conversaram? CADÊ RESPOSTASS! ESTOU AGONIADA! ESTOU ANSIOSA! HAHAAHAHA (ainda em tom de desespero, por favor! Adoro drama.)

Sem torturarrr! Sério! :(
Um beijo, obrigada! ;*

Ianca' disse...

Eu quero ver é tudo enrolado mesmo, é bom é assim, tô curiosa pra saber o que a FM fez pra Marina tá bolada :B embora já desconfie, manda mais, mais, mais ♥

Anônimo disse...

kkkk... Ela mata núi de curiosidade meeessssmo...kkkk... Mel maldade tem limites né!... aliás ja passou de maldade...crueldade isso...kkkkk... Mas a ansiedade das coisas ótimas que vc escreve vale a pena...muito foda os posts!!!Pra variar né!...

Anônimo disse...

saudades da Mia <3

Lara disse...

cara, puta que pariu, odeio ser mulher e que essa curiosidade faça parte do meu ser! QUERO SABER TUDO AGORAAAA!

Ma disse...

meeeeeeeel não mata a gente de curiosidade, precisamos saber o que a FM disse pra Marina! haha, e parabéns adorei o post

Pathy disse...

Alcool e Celular não cabem na mesma frase, sempre termina em "merda".. aihauahuahuaah

Stella disse...

ai, mel, to achando a 'girl fuckin' mia' com dramas adolescente demais ultimamente!

Tais disse...

Pelo amor dos meus filhinhos, o que a FM disse pra Marina??? O_O
E olha lá hein, sem propostas indecentes porque quero a Marina pra mim .. rum ..

July_bloodness disse...

Nossa mel como vc postou muito nesse mês! Tem dois posts e hoje é só dia 18!

Anônimo disse...

Vai fazer 10 dias, amanhã tem post? pleeeeease!

Amanda disse...

Ah, leio os comentários só pra me irritar com todo mundo querendo a Marina. Why so irresistible? ):
Eu acho que a FM falou alguma merda sentimental pra Marina, algo tipo - talvez eu ainda sinta algo por você, que é a coisa mais linda da vida e tá sempre perto -
Mas eu não acho nada válido elas terem algo de novo. A Marina tem que superar isso, se já não superou, e move on, né? Acho inclusive que ela devia ser mais intolerante, a FM não merece toda essa consideração dela.
Ok, sou irreversivelmente apx pela Marina. Como proceder?
Ps: não tô com saudade da Mia. Quero uma reviravolta na hst

Anônimo disse...

que demora...causa até certa irritação.

( the girl fucking Mia ) disse...

Anônimo,

Cobrança também. Escrevo o blog há quase dois anos sem pausa e tenho uma vida - ou tento. Além do mais, os posts não pagam as minhas contas, né.

Agradeceria se compreendesse...