- »

outubro 23, 2011

Seqüelas

“Gostei de te conhecer. E sorry de novo por ñ ter subido, rs. Mas adoraria pegar a balada, talvez sexta... até lá! um bjo, gata!” – e ali estava meu celular berrando nos meus ouvidos, ultrasensíveis graças a uma ressaca violenta, enquanto os meus olhos cansados se esforçavam para conseguir ler a mensagem da Patti. Oito e quinze da manhã e sabe-se-lá que horas cheguei ontem, argh. Com o raciocínio lento, danificado, tentei conciliar aquelas poucas palavras com o que restava da minha memória da noite anterior, o que também não era lá muita coisa.

Havia um espaço em branco, um buraco de tempo na minha cabeça. Recordava-me de ter voltado para a pista com a Patti e sua âncora magnífica, de termos dançado agarradas, de quando a beijei pela primeira vez depois do incidente com a amiga da Mia e lembrava ainda de um ou dois copos de whisky com energético compartilhados animadamente. Depois disto não tinha nada, zero. Espera, espera. Uma lembrança embaçada minha e dela encostadas numa parede suja da Augusta me veio, como num flash rápido. Nos beijando, corpos pressionados um no outro. Algo em torno de dois segundos de memória – não era o suficiente para eu me lembrar do contexto.

Subimos a Augusta juntas, calculei o óbvio. Por que ela não ficou? Reli a mensagem, agora mais desperta e tentei encaixar as peças soltas, mas algo muito vago acerca do desfecho daquela noite permanecia. Sentia como se estivesse esquecendo um fato muito importante, implorando mentalmente para que não fosse nenhum comportamento vexamoso meu. Do tipo eu, imprestável e mais bêbada que um gambá, implorando para a garota subir. Não. Todavia, as recordações remanescentes em minha cabeça me davam motivo suficiente para sorrir. Sentia-me sensacional naquela manhã, ressaca à parte. Meu humor sempre dependeu, e muito, das garotas. Quis responder logo para a Patti, mas precisava pensar melhor em quê, exatamente, primeiro e enquanto isso havia uma necessidade imperiosa em mim de tirar todo aquele líquido consumido no Vegas da minha pequenina bexiga.

Levantei da cama com a mesma blusa da noite anterior – já as calças haviam sido abandonadas ao lado da porta em algum momento daquela madrugada – e desloquei-me com certa urgência até o banheiro. Pressionei a maçaneta e, bam, porta trancada! Ahh, filho-da-mãe. Sabendo da proximidade que estava da privada, meu corpo deixava-se levar pela empolgação e eu me encontrava prestes a fazer xixi nas calças – mesmo que não as estivesse usando. Tentei mais uma vez a maçaneta, pulando de um lado para o outro em pleno corredor – não, trancada. Merda, mil vezes merda. Ouvi, então, a descarga e pensei: “agora vai”. Nada de novo. Um minuto se passou e nem chance da maçaneta abrir. Soquei então a porta com a lateral da mão, a fim de apressar.

_Vai logo, porra, eu tenho que mijar!! – gritei, apoiada no batente.

Exatos sete segundos depois, abriu-se enfim a porta e eu dei de cara com a Mia. É claro. Inferno. Movi-me para passar logo, mas ela por sua vez não se mexeu, bloqueando a droga da porta com o seu lindo corpo, vestido apenas num camisetão cinza desbotado. Só me faltava essa agora... Parei, encarando-a ali, e aí tentei mais uma vez, agora pelo outro lado. Permaneceu imóvel, intencionando um momento qualquer de seriedade idiota. Ótimo, vou mijar na calça... suspirei, impaciente. Olhei para ela mais uma vez, sem tolerância alguma para aquele joguinho, e ela me encarou de volta. Minha bexiga estava prestes a explodir. Ela não ia dizer uma palavra, a Mia, apenas fazer aquele drama silencioso de você-sabe-que-o-que-você-fez-ontem-foi-inaceitável. E eu não dava a mínima.

_Licença, eu preciso mesmo usar... – disse, grosseiramente, forçando-me adentro pelo vão entre ela e o batente da porta.

Abaixei a calcinha logo que encontrei-me dentro do banheiro, sentando aliviada e já distraindo-me em pegar o papel. Ia levar quatro segundos, no máximo, tamanha a urgência que já estava. A Mia ficou ainda, por um instante, parada ali na porta me olhando. Estava indignada comigo, brava, sei lá. Magoada talvez. Eu pouco ligava; estava sendo e havia sido escrota, mas pouco me importava. Não queria pensar nela agora. ­Foda-se.

Ela eventualmente saiu, deixando-me sozinha no cômodo – e voltou correndo para os braços do Fer, pensei, com certa implicância –, então pude continuar com o meu dia, que ia ser de certo importante. Voltei para o quarto e me troquei, coloquei algo que me desse um ar mais sério e procurei na gaveta do quarto pela minha Carteira de Trabalho. Aquele seria o último dia na merda do estúdio. Saí de estômago vazio – em parte por ressaca, outra por não querer dividir a mesa com o casal-maravilha. Almoço mais tarde com a Marina, resolvi às pressas.

24 comentários:

Anônimo disse...

Gente, briga, mas não atrapalha a hora do xixi!

Anônimo disse...

HAHAHAHAHA MIA GÊNIA!!

Cogumela =) disse...

A ultima vez que vieram com esta história de 'o que tu fez foi imperdoável' eu respondi o olhar com um 'tu não é importante a ponto de eu me importar com isto'

¬¬ gente chata!

Pathy disse...

A Mia ta de sacanagem??? Que chata, Porra!!!

FM ;)

Anônimo disse...

ahhhhhhhhhhhh meu...... to sentindo q a mia vai pirar por causa da patty..*-*
tah mortinha de ciumes............. Agora aguenta porra!!!!

Gente acho q vou ficar com uma garota.... Sempre tive vontade mas nao coragem...
e essa historia me ajudou muito...
Mel vc eh sensacional....

'duuda disse...

que moral a mia tem pra cobrar alguma coisa, sendo que acabou de sair do quarto do fê? meu, vamos nos respeitar né u_u

sissi disse...

tchê locô perfeito,saudades de quando eram uns quinze por mês.

Andrea de Lima disse...

ai, Mia... você consegue ser um pé no saco, mas eu te pegaria. mesmo sendo [quase] apenas uma personagem.

e quanto a FM... bom... tá arrasando! mas eu sinto que a coisa tá começando a desmoronar dentro dela.

;*

Monica disse...

me deu até afliçao essa cena de tortura do xixi...

protesto por mais posts de FM & Mia por perto...

=)

Anônimo disse...

Quero mais ))))))):

@carolcastr disse...

Vim comentar so pq reclamou no twitter!! kkkkkkk
Drama silencioso é fodaa...na hora do xixi entao..... afff
só a Mia msm viu?!?!
Posta mais!!!!

Raianny disse...

Ahhh como eu queria que a Patti tivesse subidooo pra Mia ter um treco e deixar de drama e dar logo um bjo na FM.

bjobjobjobjobjobjo to loucaaaaa por um beijo delas *-*

mto bom!

artemis disse...

Querida Girl Fucking Mia,

Leio o seu blog a quase dois anos. Nos últimos meses, apresentei-o para minha namorada. Ela adorou, está viciada nele. Quase que eu fico com ciúmes, hein...
;)

c' disse...

esse post só deixou agnt com gostinho de qero mais. E provavelmente o proximo vai deixar tbm. Qero logo mia e fm lavando a roupa suja pela fm ter pego a amiga da mia.

Mas voltando ao post. Aaaaaah miaaa, me poupe né, vc vai, faz charminho pra fm fazendo a magoada ai vira as costas e volta pro fer. Pelamor né. Qe moral ela acha qe tem? Se manca né meu amor. Eeu hein.
fm ta certissima, tem qe pegar todo mundo msm. Mia sapateou nos sentimentos dela e agora qer vir cobrar oq? Da um tempo né. Momento revolts meu.

Anônimo disse...

Mel.... por favor.. eh muito ruim ter q esperar ate domingo pra ler o post..... tenta postar sei la... duas vezes por semana... faz essa caridade sim?.. Bjao vc manda muito bem meu....
hei essa historia daria uma otima serie de tv. vcs num acham?

Anônimo disse...

Queria entender o passa na cabeça da Mia, tipo cade moral?! Mas adoro quando elas estao juntas, mesmo q brigando hehehe.
Meldels a Mel sabe como nos torturar neh

Anônimo disse...

A gente não se conhece, mas eu lembrei de vc:

http://carlidavidson.photoshelter.com/portfolio/G0000cXOiw4MG7Gs#I00004Ip8EJh.dW0

folego disse...

Li sua história em menos de 5 dias, mano, história foda pra caralho. Parabéns. :3

Anônimo disse...

Broxante ter que esperar tanto pra ler, sem ofenças.

A autora. disse...

Acompanho o blog desde o início e estou sempre me surpreendendo. Isso é incrível, Mel!
Parabéns por criar uma história tão envolvente, que consegue prender a atenção do leitor de maneira tão intensa e, ao mesmo tempo, despretensiosa.
É a primeira vez que venho aqui deixar meu humilde comentário.

;)

Anônimo disse...

?

Anna disse...

Hahaha, espero que essa demora para o proximo post seja por causa de um estudo de campo! =)

Poooosta, Mel!

Anônimo disse...

Mais ou menos 20 dias sem fuckin mia e eu ja estou surtando. Ta tudo bem com vc Mel?

Anônimo disse...

iaiiiiii???????????cade?????