- »

março 22, 2012

O que me importa

_Eu... eu não quis, merda! – ela sussurrou para si própria, arrependida – Escuta, eu acho que a gente tem que... se encontrar... conversar, não sei...
_Mano, eu não tenho nada pra falar com você.
_Não faz isto! – implorou – eu não quis dizer nada disto! Não era pra, não era pra nada disto ter nem acontecido. Esta conversa, que... que saco! Eu... olha, eu... eu queria tanto, tanto só... só conversar direito com você. Eu tô me sentindo... não sei, eu... – interrompeu, já ofegante e confusa.
_Não, não. É exatamente isto. E é exatamente como você disse... é isto. É isto! Sempre foi isto na, na porra da sua cabeça! – me enrosquei nas palavras, a minha respiração se atropelava; e o meu coração apertou ainda mais – É isto, sabe... sou eu, sempre fui eu. A culpa desta merda toda é... é minha. Inteira minha! – ri, nervosa – Eu é que sou louca, não é, Mia, e que fui enxergar o que não estava lá! Eu! Eu que te seduzi, que te encantei, que coloquei ideia na sua cabeça, que te fiz fazer tudo aquilo e você não tem nada a ver com isto... NADA, não é?! – o jornaleiro da banca em frente me olhava como se eu fosse uma descontrolada, gritando toda desnorteada ao telefone – Fui eu. Eu que decidi me apaixonar por você e que me coloquei nesta merda desta situação. Eu! – senti as lágrimas engasgarem na minha garganta, mas as engoli, com raiva – Cara, se... se é isto mesmo que você... que você pensa que... que aconteceu. Entre a gente, meu. Na boa... vai à merda! Vai à merda e não volta mais, nunca mais. Some. Porra, Mia!! Sério MESMO?!
_Não é isto! Não! – se desesperou, contestada – Não é nada disto!! Eu...
_Olha, Mia, o que você está sentindo por mim agora – a interrompi, num tom mais baixo e frio e racional – não é... não é mesmo, não é amor. Não é carinho, não é saudade, respeito... – me convenci, ainda relutante, conforme falava aquelas palavras – ...é só rejeição. É desespero e nada além disto. Desespero, entende, por não ter mais a porra da minha atenção, por viver a sua porcaria de vida, por não saber o que fazer com a merda do seu relacionamento. É isto! É só isto que é... e eu, eu acho desprezível.
_Não, não é!! Por favor, me escuta... não é isto!!
_Eu estou pouco me fodendo pro que é, garota! – me estressei; por dentro o meu coração partia, ouvindo-a soluçar do outro lado da linha – Você guarde suas merdas pra você mesma, eu não me importo mais... eu nunca devia ter te tocado, nunca devia ter olhado na sua direção. Ontem menos ainda! – atravessei a rua de volta, prestes a acabar com aquilo – Fica longe de mim. Você e as suas amigas. Eu não quero mais saber!
_Por que você está fazendo isto?? Não é nada, NADA disto!! Eu... eu só... – ela chorava continuamente, completamente exposta e eu sabia; sabia que nada do que eu estava lhe dizendo era, de fato, verdade e sabia o quanto acreditava nos seus sentimentos e nas suas palavras, agora tão mais claras e mais sinceras; sabia que havia parte de mim nela e, principalmente, parte dela em mim; puta merda... como eu sabia!; todavia sentia o meu peito prestes a explodir de raiva, de frustração por ter que ouvir que nada daquilo era culpa sua, que fora eu quem procurara aquele sofrimento para mim mesma; que todo aquele caos fui eu quem induzi e conduzi; quem diabos ela pensa que é para bancar a vítima, a esta altura? – ...eu fui lá na – ela continuou –, na Mi hoje porque eu... eu não aguentava mais. Eu, eu não consigo parar de, de pensar em você... eu, não sei, eu só... eu só não queria que fosse assim, não qu... ontem à noite, eu...

E antes que ela pudesse terminar, eu desliguei o telefone. Numa estupidez incorrigível, tudo bem, e da qual eu certamente me arrependeria depois – afogada em litros de rum madrugada afora, muito provavelmente na cozinha do apartamento. Mas que se dane! Podia ouvir a voz da Marina me dizendo, como muitas vezes antes dissera, que “ausência de amor não significa raiva, significa indiferença; e ter ódio assim, flor, são sempre restos de amor”. Retirei o volume das chamadas e entrei de novo na produtora, colocando o celular – e todos os meus problemas – no bolso.

31 comentários:

Anônimo disse...

Me pergunto quando começará a dar certo de novo. Quando todo esse ódio que a FM sente se tornará amor novamente. Você tá querendo me matar meu, só pode.

#TeamMia <3 haha

MUUUUUUUITO BOM.

Ianca' disse...

Eu lamento tanto quando essas coisas dão errado, quando os impulsos falam mais alto, o orgulho, a frustração...
Porém, tenho adorado o rumo que tem tomado, tem me surpreendido, enfim.
Como você é capaz? De me deixar querendo saber o que a Mia fará, principalmente, afastamento maior não Mel, por favor, sem afastamento...
Tá MARAVILHOSO!

Anônimo disse...

O que a Mia terá que fazer pra reconquistar a FM???
oh, dúvida cruel D:

Anônimo disse...

Mia no lugar que a fm ocupou por taaaaantooo tempo, gosto assim! Kkkk a situação inverteu! vc é um genio meel!!

Vitória Régia disse...

PORRAN :O eu não consigo não ter pena de "mia's" :(( quero elas juntas de novo Mel >< hahahaa

Raianny disse...

Fiquei pensando em como teria terminado essa conversa pessoalmente...

Que dó gnt! Consegui sentir a Mia chorando daqui =(((

Mas acho que toda essa mistura de orgulho, raiva, ego ferido e corações partidos vai terminar bem! #TeamMia

@carolcastr disse...

Putz! Foda!
Mas eu Adoooro a Mia correndo atras da FM!!

#TeamMia4Ever

Anônimo disse...

Essa Mia dá nos nervos! Ela só gagueja, não sabe (ou não diz) o que quer! Logo agora que a FM estava tranquila ela chega para foder a porra toda!

Gabi disse...

q dó q dó q dóóóó!
a FM tem q engolir esse orgulho e ir falar com a Mia agora!

To sofrendo junto com as duas... (tive q me segurar pra não chorar prq ainda estou no trabalho e ia ser meio estranho)

Tá cada vez mais foda, Mel! Obrigada!

Anônimo disse...

Adoro a Mia correndo atrás da FM, mas confesso que tô morrendo de dó da Mia :c

@sapatown

Anônimo disse...

To começando a ter dor da MIa ...Oh shit!

c' disse...

Mel acho qe ja ta na hora de vc fazer um post aonde as duas batem de frente e a fm resolve de escutar a mia um pouco. To ficando com pena dela, pq ela fica nervosa e a fm fica gritando e a mia nao consegue completar um frase. A merda é qe qando ela completa uma frase ela fala besteira. Ai fica dificil.

Anônimo disse...

Post digno! E concordo, tá dando dó da Mia, mas me vejo muito na FM, então eu faria a "mesma" coisa, hahaha.

Anônimo disse...

Entrei aqui de novo pra ler o ultimo post e me deparei com esse post novo e até dei pulos de alegria meu, sério, não esperava outro post tão cedo. Quase gritei quando a FM desligou o celular no final. E mesmo sabendo que isso não iria acontecer, eu estava com uma pequena esperança dela topar se encontrar com a Mia em algum lugar pra elas conversarem direito. Mas nada é tão facil assim, ainda mais quando tem tanta raiva e magoa na história toda. Do jeito que você é tenho certeza que ainda vai fazer a Mia sofrer mais um pouco na mão da FM. Muito bom esse post tbm Mel, não canso de dizer que você é ótima! Aguardando o próximo post desesperada. Quero ver se a Mia vai reagir e de que forma.

Anônimo disse...

Aposto que se a Mia falasse que só continua com o Fer pra continuar perto da FM, a FM esquecia dessa raiva rapidinho HISUAHS

Pathy disse...

No dia que a FM parar pra escutar a Mia elas vão se amar pra sempre, pq olha.. HAHAHAHHA

Assim, dá pra pegar a mia no colo e dizer que tudo vai ficar bem no final?!!! awn :(

Bibi disse...

Mia to começando a acreditar q vc não tem jeito com palavras cara... o jeito é partir p/ o ataque honey. Fikdik cacete.

Eu falando com os personagens de Fucking Mia...¬¬ oq esse blog num faz comigo (suspiro)

Anônimo disse...

Porra, a FM reclama que a Mia nunca expõe o que sente mas quando ela vai falar a babaca corta a frase. AAAAAAAAARGH
*back to reality*
Preciso muito de outro post, muito!

Anônimo disse...

Ah, e Mel, viu que vai ter a exposição "Let's rock!" em SP, as paulistas fãs de FM podiam ir tb :D

( the girl fucking Mia ) disse...

Ui! Topo ♥

Vivi Côrtes disse...

Tudo bem que eu queria ver a Mia sofrer por tudo que ela já fez a FM passar, mas eu não consigo... Simplesmente não consigo "vê-la" desse jeito. Isso parte o meu coração, mesmo eu sabendo que ela merece. Já tava quase chorando aqui junto com ela. E o pior é que eu sei que se eu estivesse no lugar da FM eu faria a mesma coisa. Mas espero que tudo dê certo no final...
Você postou esse hoje, mas, como não custa nada, vou fazer um pedido: Posta mais logo, Mel!

Anônimo disse...

Não sei se pode postar link aqui, mas enfim:
http://capitalinicial.uol.com.br/2012/03/%E2%80%9Clet%E2%80%99s-rock%E2%80%9D-a-maior-exposicao-de-rock-da-america-latina-chega-a-sao-paulo-no-inicio-de-abril/
Bora fucking mianistas? haha :D

Anônimo disse...

Amo a Mia! E sinceramente, quero que a FM se FODA!!! Mais otária não existe. Me admira ver como garotas acham ela foda. Sim! Ela é foda.. mas como amiga. Como alguém com quem possa se envolver, definitivamente NÃO! Só vê o lado dela, não sabe se colocar no lugar do outro e analisar uma situação como deve. Pensa que o mundo gira em torno do seu umbigo! Que ela se foda!!!

Anônimo disse...

Todo mundo é egoísta, a diferença é que só o Fucking Mia mostra isto sem julgar seus personagens. Adoro a FM! E o que ela representa, as incertezas dela e tudo o que faz sem pensar, só sentindo *-*

Dea disse...

eu estou pesada. sério! ainda bem que só deixei pra ler agora os posts, senão teria ido dormir com uma tonelada no peito. a FM tem me estressado demais, sério. ah, cara, que caralho esse jeito dela. se eu fosse a amiga da Mia, iria atrás e daria um soco na cara dela, pra largar a mão de desligar o telefone na cara dos outros. ela, sim, que se faz muito de vítima na situação toda... tanto quanto a própria Mia. inclusive, eu acho que a FM sempre esteve numa posição um pouco mais confortável, afinal, apesar de tudo, realmente, foi ela quem foi atrás da namorada do amigo, foi ela quem apresentou a delícia do mundo lésbico. e ela sempre foi muito bem resolvida com a sua sexualidade. enquanto a Mia, mano, ok... ela aceitou tudo isso, mas, de repente, ela teria que terminar um namoro, assumir uma "nova" sexualidade, encarar tanta coisa ao mesmo tempo... concordo que ela tenha feito a FM esperar, sem nunca dizer nada sobre o que sentia, mas o que a FM fez com ela no banheiro foi trash. digo, a narração foi sensacional. você é sensacional, né, Mel... :) mas a coisa toda foi, tipo, mastiguei esse chiclete e agora vou cuspi-lo no chão. não foi legal! MANDA A FM ENCARAR LOGO OS SENTIMENTOS DELA E, PELO MENOS, DEIXAR A MIA FALAR. ai... prontofalei.

'duuda disse...

meu deus. eu não li esses dois ultimos posts, eu SENTI eles, que maluquice! meu coração apertado acelerando, um medo sei la
tu é foda, mel. pqp.

B. disse...

A universidade tem me tomado tanto tempo q só consegui ler os posts agora!!
De verdade, amei o rumo q a história tá tomando!
Acho q mesmo q no impulso, as verdades são ditas, e por mais q doa, elas são necessárias!!
Ameeeeeei!!!

Gabriele disse...

ai meu coraçãozinho :(
Posts excelentes<3

Anônimo disse...

Deixa a Mia falar! FM maravilhosa <3

Anônimo disse...

incrível como é recorrente essa sensação que vc descreveu tão bem, de argumentar com certeza enquanto permanece sabendo que, na verdade, não é nada disso... engraçada a habilidade de pensar e sentir em direções opostas, tão claramente assim.

Adorei os detalhes, Mel
vc continua incrível
espero que logo elas consigam conversar de verdade... minha torcida será sempre pra Mia (:

Rayssa disse...

Eike bitch,não precisa fazer assim tbm neah Devassa no2

Deixa ela Mia,e vai pegar a clara .6.
q é mais hot

#claraVemk