- »

maio 23, 2012

El Caos

Aconteceu quase uma hora depois, me pegando de surpresa. Eu estava distraída. Molhei de leve o dedo na ponta da língua. Um lado ia mais rápido do que o outro, notei. Algum amigo imbecil passou e tropeçou nos meus pés largados adiante, atrapalhando todo procedimento. “Olha por onde anda, porra!”, resmunguei e tornei a me concentrar, toda alcoolizada. Estava completamente bêbada, deitada no chão da sala na boa companhia do Rafa e havia pelo menos 10 minutos que ríamos de qualquer besteira que falávamos; a festa seguia em ritmo violento. Outras pessoas sentadas e caídas à nossa volta, a maioria envolvida num jogo idiota. Com o indicador úmido percorri meio perímetro do meu baseado, logo abaixo da linha que queimava ao tragar, tentando corrigir a trajetória da brasa. Alguma coisa, de repente, vibrou na parte de trás da minha cabeça.

_Cara, saca só a mina surtando... – o Rafa, que agora me servia de apoio para a nuca, me cutucou.

Olhei para cima e vi na tela do seu celular a mensagem de uma garota qualquer. Por que tem algumas mulheres que não conseguem esperar mais de dez minutos por uma resposta? Sem entrar em parafuso?! Revirei os olhos para ele, como se conhecesse aquela história de outros carnavais, e comecei a rir. Nem um mês saindo, meu. Aquilo era mesmo uma infelicidade para o meu amigo. Dei mais um trago, acertando por fim a linha da brasa, e segurei a fumaça por bem mais tempo do que o recomendável com aquele tanto de álcool no meu sangue. A combinação não me fazia bem. Então me levantei, sentando ao lado do Rafa e frente à roda que se formava aos poucos em volta, e estiquei a mão para que ele me passasse o telefone.

_Deixa eu responder, dá aí! – pedi, com o baseado ainda na boca.
_Nossa, mas não mesmo... Jamais! – ele riu e eu me ofendi, tentando consequentemente pegar dele à força; os dois bêbados like hell – Não, eu disse que não! Pára, mano, você vai acabar com todas as minhas chances!
_Cala a boca... não vou, não. Me dá! – eu ria e ele continuava se esquivando, negando os meus pedidos – Vai! Eu juro que não pego pesado! Rafa, pô...
_Não! Meu, eu disse não! Sai pra lá!
_E cê não vai responder nada, seu frouxo?! Daqui dois meses, esta mina vai tá te segurando pela coleira, porra!! Puta merda, viu... Vocês, homens, são uns imbecis, cara – desisti.

Ele riu e ignorou o comentário, guardando o celular no bolso de trás da calça, ainda sentado ao meu lado. “Me passa isso aí”, pegou o baseado de mim e eu fiz uma expressão de descontentamento quanto aos seus culhões inexistentes. Olhei rapidamente para a Mia sentada do outro lado da sala, como estava maravilhosa, acompanhada de duas amigas que pareciam cursar Mackenzie com ela. É, não que eu possa falar alguma coisa também..., refleti. O Rafa tragava já pela segunda vez. Peguei de volta, tragando bem no instante em que o olhar da Mia cruzou com o meu. Com raiva ainda?, me diverti, arqueando as sobrancelhas para ela.

Uma movimentação no meio da roda, no entanto, nos distraiu. Um colega de trabalho do Fer desafiara outro amigo nosso. Esse jogo é uma imbecilidade sem fim. E a provocação era que ele deveria beber uma das garrafas de vodka, das que circulava de mão em mão ali, até o limite de bebida dentro do vidro atingir a marca do logo impresso. Aquilo dava cinco copos (ou mais), direto. Ah! Ótimo, vamos mandar o povo pra casa de ambulância hoje, pensei. O outro, claro, se meteu todo a macho, bradando a quem quisesse ouvir que ia mesmo virar e que não estava nem aí e o caralho a quatro. Homens.

_Não, meu. Deixa de ser idiota. Bebe só até a metade! – me intrometi na discussão, todo mundo estava opinando ao mesmo tempo – Cara, você vai se matar!

Mas “o cara” levantou, não obstante, com a garrafa em mãos e todo mundo começou a encorajá-lo a beber logo, aos gritos. Comecei a rir – vocês são todos idiotas, meu, só pode. Ele meteu o gargalo na boca, virando verticalmente de uma vez, e o líquido começou a descer como água em galões de bebedouro, as bolhas de ar subiam. Balancei a cabeça, achava uma graça tremenda nestas brincadeiras. Sempre começavam com besteiras – eu fui obrigada a dar em cima de um cara desavisado da minha orientação sexual minutos antes de voltar ao meu lugar e acender o baseado.

O álcool, evidente, ajudava na catalisação da extremidade que os desafios naturalmente tomavam. Umas cinco rodadas ntes, o Fernando foi obrigado a baixar as calças e rebolar qualquer babaquice mais recente do funk com as bolas de fora. Só propostas “de nível”. E agora lá estava ele, uns metros mais para lá, enchendo a cara lata atrás de lata e incentivando o coitado a ultrapassar a linha do logotipo da Smirnoff. Empatia não era um sentimento muito popular nestas horas.

E ele conseguiu. Qual é o propósito da nossa geração, na boa? As pessoas ao nosso redor entraram em surto, berrando e comemorando junto a façanha, enquanto um cara empurrava vitorioso o outro que propôs o desafio. Desaforo masculino – os dois riam, aquele caos se instalava graças à brincadeira, todo mundo fora de si e eu tragando o meu baseado, ali na minha, achando graça naquilo tudo. Foi quando uma das garotas que estavam perto da Mia me chamou, apontando com um gesto sutil de cabeça, na frente de todo mundo.

_Ei, você! – a loira do Mackenzie falou alto, do outro lado da sala – Duvido você beijar a namorada do teu amigo. Beija. A Mia.

29 comentários:

Fazneime disse...

EITA PORRA O.o PRÓXIMO POST POR FAVOR D:

Anônimo disse...

CA-RA-LHOWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWW

Anônimo disse...

Isso é coisa da Mia só pode
PASSADA!!!
N vou aguentar esperar um post novo

Ketlen disse...

Agora esse jogo ficou interessante, hahaha :)

Lorena Costa disse...

pfff, ela vai samba na cara de todo mundo e da uns bons garra nela!

Anônimo disse...

Caraaaaaaaaaaaaaaaaaaalho kkkkkkkk
Vai foder com tudo agora. Ou não.

POSTA MAIS, MEL, PLMDDS

Anônimo disse...

VOCÊ VAI ME MATAR DO CORAÇÃO, MEL!!!!!!!!!!!!!! PQP!!!!!!!!!

Thais Figueiredo Palma disse...

Demais!! hahaha mesmo quando a FM finalmente consegue se controlar....

sanvés. disse...

caralho Mel, faz isso não D: PORRA, CADE O PROXIMO? OOOOOOOOOOOO:

Ianca' disse...

PUTA QUE PARIU, MELISSAAAAAAAAAAAAAA!
PORRA, NÃO SEI O QUE COMENTAR, A FM MÓ NA DELA LÁ, CURTINDO NA PAZ. E ISSO? NÃO VOU DESATIVAR O CAPSLOCK PQ TO TREMENDO, ESSE É O POST QUE EU MAIS ESPERARA AAAAAAAAAAAAAH!

Anônimo disse...

Mel, adoro saber mais detalhes dos personagens.
Saber onde a Mia estuda, por exemplo :D

Bibi disse...

Então vai!!! beija logo... quero ver haha ou melhor "ler".

Anônimo disse...

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhh!!!
Puuuta que os pariuuu!!!
Agora que eu quero ver,hahaha
Vai dar um beijinho no rosto??
Huuum?
hahahahahaha

coxiba disse...

PQP!!! agora a porra ficou seria shuahsuahsuahsa

Anônimo disse...

AHHHHHHHHHHHHHH CARALHO,CARALHO,CARALHO. (desculpa os palavrões mas to agitada)
Coitada da FM, se controlando toda e agora é desafiada.

jamile disse...

ctz que foi a mia que pediu, tudo friamente calculado =O shaushaus

'duuda disse...

WHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAT
PQP PQP PQP PQP MEEELLLL

Gabriela disse...

Eu sou sua fã. APENAS! hahaha

Pri Araújo disse...

HAHAHAHA Sensacional!!!
E agora o que fala mais alto, a falta de limites do bêbado ou o inconsciente?

Gabi disse...

O.O
AHHHHHHH. PQP CARALHO!

Muito Foda, Mel! Tava toda distraída com um post que parecia normal, dai...PÁ!

Pathy disse...

"com raiva ainda?, me diverti, arqueando as sobrancelhas para ela." Mulher que consegue arquear a sobrancelha, me come na hora! sou louca com isso! ( perdoem a falta de "pudor") ^^


P.S.: A Mia é uma boa duma safada, botou a sapa numa fria! HAHAHAHHAAH EU BEIJAVA e ainda colocava a culpa no baseado e no álcool. é um ótimo álibi, não é?! HAHAHAHAHHA
( Pq isso tudo, ta na cara, que foi a Mia que mandou a loirinha fazer. HAHAHAH #Conspiração)

Anônimo disse...

:O PUTA MERDA!!

Espertinho esse desafio hein. I like it!!

Anônimo disse...

hahaha Mel, vc já mencionou que a Mia estudava na Mackenzie? Porque passei la essa semana e lembrei da Mia quando vi os estudantes saindo de lá...rsrs..

JuhNadu

Anônimo disse...

lakjdkljfalsdjks;não há nada que eu possa digitar que possa transcrever o que eu to sentindo com esse post.mas Mel,vai me desculpar os termos mas você é foda pra caralhooo.GENTE.to passada.

c' disse...

Mel minha filha cade o resto do post? Como qe vc faz uma coisa dessas com a gente, acaba com um post desses assim. Nao pode nao. Gente to mega curiosa pra ler o proximo post. Mia safadinha, isso tem a cara dela msm, mas como a mel é dessas ela nao vai fazer o lógico né, a fm nao beijara a mia. Qero logo mais.

Anônimo disse...

Os papéis definitivamente se inverteram.... FM tá fugindo e a Mia tá sendo a Devassa....

Foooooodaah!

Anônimo disse...

PUTA MERDA HEIN. Se eu Fosse a FM ia la e dava o beijo com a pegada, e quando a mia tivesse totalmente entregue saia e deixava ela la, com mais raiva ainda.

Dea disse...

CHEGOU A HORA, MUAHAHAHAHAHAHA!

Monica disse...

AHAHAHHAAA.. MAS PUTA MERDA, HEIN :D