- »

julho 31, 2012

Diálogos quietos

Pagamos a conta, logo após a terceira ou quarta cerveja, e descemos pela Augusta ainda conversando. Apesar da brisa fria que não abandonava São Paulo, o céu começava a abrir nos últimos dias e o sol se punha num púrpura-alaranjado limpo. A Marina caminhava com as mãos nos bolsos e eu, ao seu lado, acendia um cigarro. Na vida dela, tudo continuava calmo como sempre estivera, apenas as garotas que agora se alternavam. Era interessante vê-la solteira. Ficou sozinha por muito tempo antes da Bia, focada na carreira e um tanto desistente das mulheres desequilibradas da sua vida. Agora, depois do término, estar solteira ganhara novo ânimo.

Por algumas semanas, saiu com a ex-chefe, a tal da Nina. Que logo se revelou uma carente desregulada, das que mandam mensagem a cada três horas e ainda esperam resposta. “Lógico, meu, a garota já estava interessada há meses e te esperou terminar com a Bia. Tinha tudo pra ser louca...”, ponderei, rindo. Por outras semanas, que acompanhei por telefone, a expectativa esteve sobre uma que conheceu através de um amigo e mantivera contato pela internet. Só que, na hora, não fluiu. “Foi muito estranho”, ela disse, sobre a única vez que transaram. E nós entramos no elevador do meu prédio.

O que será que você acha, pensei à toa, das vezes que tivemos? Olhei-a descer no meu andar, médio alegrinha. Eu fora a primeira garota dela, certamente os parâmetros mudaram depois de dormir com outras meninas. A mínima curiosidade me beliscava – bem, ao menos... melhor do que a Lê, né, eu esperava. O meu jeito também mudara nos últimos anos; eu estava diferente. E após algumas cervejas, a Marina já estava alta o suficiente para que eu lhe perguntasse. Aproveitando-me da minha condição ainda sóbria, isto é: as três garrafas não me fizeram nem cócegas. Mas não, vai, me contive. Melhor não.

Entramos no apartamento e coloquei as chaves sobre a mesa, a sala estava vazia. E as luzes acesas – o Fer deve estar em casa; o que implicava, provavelmente, que a Mia também estava. Olhei em volta e não os vi. Estão no quarto, concluí. Servi-nos o pouco de rum que tinha na geladeira e sentei com a Marina no sofá. A bola da vez era, agora, de uma garota chamada Vivian. Uma advogada, esportista entusiasta e toda estilo ‘saudável’. “Sei”, olhei torto, e a Marina riu. Tiveram um encontro quatro dias antes, foram jantar na Al. Santos e conversaram muito, interessadas uma na outra. A garota a beijou apenas no fim da noite, de volta ao carro, encostando-a contra a porta do lado de fora.

_E gostou?
_Foi intenso. Foi como... – ajeitou-se no sofá, os braços em volta das pernas; os pés apoiados sobre o assento – Os olhos dela eram, não sei, eram tão... absorventes, sabe. E o jeito que me pegou, tinha alguma coisa. Sei lá! Foi muito intenso, muito perfeito. Eu sumi ali. Foi tão bom, tão bom mesmo, flor! Estávamos em perfeita sincronia...
_Hmm. Quem é essa aí? – ouvi, de repente, o Fer perguntar.

Olhamos para trás e ele vinha pelo corredor, rindo da descrição empolgada da Marina. Estava só de jeans e camiseta branca, a cumprimentou com um beijo no rosto, por cima do encosto – a esta altura, ela já estava vermelha, retraída muda no sofá. Eu ri do seu susto, pega desprevenida falando tão apaixonadamente sobre uma mulher. Desviei os olhos e vi, vindo alguns metros atrás do Fer no corredor, a Mia. Com o mesmo moletom e shorts jeans de horas antes. Então não estavam transando, deduzi. Ou estavam? E notei que, por algum motivo, aquela era a primeira vez em cinco ou seis meses que eu me preocupava com isto.

_Quem é quem?! De quem vocês estão falando? – chegou, desavisada, enquanto prendia o cabelo; e então notou a Marina encolhida ali – Ah, oi!
_Oi... – murmurou, envergonhada, ainda com metade do sangue no rosto.

Eu ria, ainda mais. E o Fernando sentou na poltrona, acendendo um baseado, interessado na resposta dela.

_A Marina estava aqui me contando sobre o encontro que ela teve esta semana. Não sei se você reparou no calor todo, né, que fez quarta em São Paulo.
_É, pelo jeito. Devia tá quente mesmo, hein... nunca ouvi ela falar assim de você!

O Fer tirou comigo, rindo; e eu apertei os olhos na sua direção, mostrando-lhe a língua. Larga de ser idiota! Acomodou-se com folga, afundado na poltrona, e tragou demoradamente.

_Outros quinhentos, Fernando... – a Marina interviu.
_Quinhentos a mais ou a menos?!
_Argh, não é isto. Besta.

Os dois começaram então a discutir e trocar comentários que, de um jeito ou de outro, rodeavam o meu desempenho sexual. Respondendo à pergunta que contive minutos antes. Por educação ou sinceridade, a Marina me defendia – e o Fernando a provocava. “Boa coisa não pode ser, né”, dizia, “essa aí não segura uma!”. Ele se divertia, entre uma tragada e outra, brincando com ela. “Mas você também nunca me ouviu falar! Nem dela, nem de ninguém...”, a Marina contra argumentava, ainda um tanto acanhada pelo tema. Eu os ignorava. Num intervalo de poucos segundos, enquanto discutiam, os meus olhos encontraram os da Mia, agora apoiada no braço da poltrona onde o Fer estava. Me diz você. Ela me observava de volta, com um riso escondido no olhar, como quem detém uma informação que não pode revelar. Arqueou as sobrancelhas para mim, de leve; e eu achei graça.

28 comentários:

Anônimo disse...

Miaaaaa lindaaaa, vem pra mim.

Anônimo disse...

"Me diz você." ♥ aaaaahhhhhhhhh...

Anônimo disse...

Coisa mais linda os quatro juntos na cena

Saudades da FM com a Mia <3

Hannah disse...

Eu consigo sentir o frio na barriga que as duas sentem. Faça mais posts de FM + MIA! =D

Sexo entre as duas! YEEEAH \o/

Ketlen K disse...

Ok, acho que a Clara já pode voltar, né?

Dea disse...

por um mínimo momento eu imaginei que a FM e a Marina fossem transar, hahahahaha! seria sensacional, mas meio "do nada".

e eu AMO quando os posts terminam assim. amo e odeio, na verdade. amo o tom de mistério e detesto ficar curiosa. mas daí você me conta. NÉ? :D

amo FM pra sempre, cara!

Anônimo disse...

Perfeitoooooo... Essa sintonia q existe entre as duas é muito gostosa... MIA+FM=<3
Ass.ANA CURI

Camyla disse...

Ai, a Marina é fofa demais, encantadora demais. Pra mim, ela ofusca totalmente a Mia u_u
Adorei o post, muito bem descrito, fiquei imaginando eles discutindo, a Má toda timidazinha falando de sexo sem falar de sexo hahaha
Linda <3

P.S.: Saudade da Clara,outra linda <3

Anônimo disse...

que post gostosinho. =)

Ra disse...

Mia linda \o/

Ahhhh!
As vezes eu odeio a Mel por fazer essa confusão da minha cabeça. u.u
É muita tortura esperar o momento exato, quando já estou quase torcendo pela Clara e trazer a Mia toda linda de novo.

c' disse...

Cara a marina é muito tudo ne. Uma chara falou la em cima qe pra ela a marina ofusca a mia. Eu acho qe ela ofusca qalqer mulher com quem a fm venha se envolver ou já tenha se envolvido.
Marina é linda demais.

Post muito bom mel. Quero mais logo por favor.

Bibi disse...

Mia 1 x 0 FM

Mia gostosa demais...essa FM é de ferro meu, não é possível.. haha

coixba disse...

amei o post*-*

Anônimo disse...

Post fofo, Marina e Mia fofas. Ah quanto amor <3

@livia_skw disse...

You know nothing Fer Snow..

Juliana Nadu disse...

Que delicia de post!!

Eu não me lembro de ter a Marina perto assim conversando do Fer... Gostei de ver as duas pessoas mais importantes pra FM assim tão próximas num mesmo lugar... posso estar enganada de não ter lido algo com eles juntos, sinceramente não lembro.

Mas esse climinha ameno que ta rolando entre a FM e a Mia me diz que é por conta do fato da Mia ter total segurando do que ela sente agora. Acho que ela já tem noção de tudo o que ela sente, de como as coisas se encaixam no fato dela amar uma outra garota e isso torna as coisas mais amenas entre as duas mesmo que a historia ainda continue complicada. Sinto uma resolução em seu próprio interior e isso é ótimo. Pois os nossos maiores inimigos somos nós mesmos, depois que nos resolvemos interiormente TODO o resto se torna simplesmente consequência!!

Juliana Nadu disse...

ps: Como amo a Marina mew!!! É a garota de sonhos pra vida toda... não aquele tipo de paixão que arregaça com a gente... é aquilo que a gente quer pra vida toda!! ♥

Anônimo disse...

Gostei muito desse post meu, foi bem leve e divertido ao mesmo tempo. Deixando aquele gostinho de "quero mais" e realmente quero, poxa Mel sacanagem parar aí hein?! Parece que a Mia conseguiu puxar a FM de volta a confusão com força total! Depois do "Prologo" eu bem imaginei que ia vir tudo de novo, mas de um jeito diferente. Querendo ou não as duas amadureceram os sentimentos que tinha no inicio. Então acho que não vai ser tão caos total assim. Sei lá meu. Muito curiosa pelo resto. Manda ver Mel!

Lorena Costa disse...

kkakak achei q a FM fosse pegar a Marina tb... ia ser engraçado, mas o tipo de coisa que acontece...rsrsr

jamile disse...

miaaaaaa s222

Anônimo disse...

O Fer voltou pro ap??

Ianca' disse...

Que post gostoso de se ler pow. Li do inicio ao fim com um sorriso no rosto, que paz ~estranha~
Achei super meigo a Marina e o Fer.
A Camyla disse isto: "fiquei imaginando eles discutindo, a Má toda timidazinha falando de sexo sem falar de sexo hahaha" Foi lindo *-*
Mas o melhor pra mim foi a última linha, essa arqueada de sobrancelha foi MUITO real pra mim, mew <3

Post maravilhoso ;D

Gabriele disse...

necessito de mais '-'

Pathy disse...

A Marina consegue deixar tudo mais, mais sensual! A descrição do beijo "quente".. ui! HAHAHAHA
P.S.: Como a FM consegue resistir a uma arqueada de sombracelha?! Só louco com isso ^^

Anônimo disse...

Fantástico Mel !!! Tá super gostoso mesmo de Ler... aliás... sempre foi...Mas essas conversas ah.. São as melhores ... pelo menos as mais interessantes ... são justamente as desse tipo...
- NEXT !!! ...rs...

Anônimo disse...

Tá, Mia, me diz você...
Aaaaaaaaaaaahhhhh!
Só esperando o próximo post e adorando o rumo das coisas.
Mia & FM forever!

Anônimo disse...

FM e MIIIIA NOW. Eu necessito. HEAUIEHAIO

Anônimo disse...

tenho um texto de 2006 cujo título é "diálogos mudos", é uma poesia na verdade... =)