- »

dezembro 12, 2009

Call me crazy, but...

Quanto mais eu me convenço de que ela é hétero, mais eu pareço perceber sinais de uma verdade não revelada. Não, não pode ser. Ela tem aquela vontade retida no olhar, aquela... ahm... fome, sabe? Do tipo que outras meninas não têm.

Garotas héteros não me olham assim, elas me vêem com uma certa indiferença. Não no sentido ruim: eu simplesmente não tenho nada a lhes oferecer. É como servir bife a um vegetariano, não causa a menor reação, no máximo um sentimento de repulsa. É o mesmo que colocar um homem bombado sem roupas na minha cama e querer que eu coma aquilo... Argh. Nojento.

Não, a Mia não me olha assim. Os olhos dela são interessados – interessados demais –, mas não me provocam, não me dizem nada, e é isso que não faz sentido.

A dúvida vai me enlouquecer. Sério.

11 comentários:

Lari disse...

A duvida enlouquece msm ;]

Luh disse...

Enlouquece mesmo . agora estou com essa duvida em relação a uma professora da facul (e o pior é que já namorei uma), será q ela curte?!

DAVID HUTZLER disse...

Eae.. ótima introdução... bem com gostinho de quero mais.. pra saber o que vai acontecer...

tomara q vc consiga transformar em livro... a @NoellyCastro eh sua fã #1

c Ya!

david

twitter.com/dvdputz

Thi disse...

belissima introdução : a DUVIDA.... duvida nao ah como viver sem ela.... ela que nos causa os principais e os nao tal principais sentimentos, calores amores, insertezas!!!!

bjkas adorei o blog e voh ler e comenta todas as partes e toh te seguindo tbm viu :D


beijinhos...

T.R.

Gehh Santos disse...

Aqui estou mais uma vez, vou recomeçar a ler xD

Lu disse...

Tinha esquecido esse começo! Que suuper legal! Sem exagero é quase filosófico! :)

Lucas enciso :D disse...

Essa história é muito boa, ela prende D:

Monnik disse...

Indicação da Ianquinha...vou dá uma chance.

Curiosa :D

Anônimo disse...

Consegui achar o começo de tudo, certo?

( the girl fucking Mia ) disse...

Sim, ei-lo! ;)

Anônimo disse...

bom era pra ter começado ontem mas sab cm é né, entao começar mais uma vez ...