- »

agosto 22, 2010

Bonnie & Clyde

Ficamos em silêncio. E o tempo se esticou, transformando segundos no que pareciam ser minutos ou horas inteiras. Nenhuma de nós dizia nada, cada qual no seu canto de antes. Sem mover um passo sequer. E o vento continuava, se esforçando para judiar mais ainda de nós, porém agora sendo categoricamente ignorado. O frio havia perdido sua importância na situação, perdido para o desconforto evidente. Dois segundos de conversa do lado de fora e todo o clima foi por água abaixo. Droga. O pior é que eu sequer podia alegar surpresa.

Lógico, mano. Lógico. O que você achava que ela ia fazer? É aniversário dela, porra. Claro que ela vai dormir lá, mano. Claro que ela vai ver ele. Como eu sou idiota, caralho... eu devia ter previsto essa. A minha vontade naquele mesmo segundo era de subir no primeiro ônibus que passasse, independentemente do destino, e ir para o mais longe que eu conseguisse do quarto que ficava ao lado do meu. Sumir, naquela noite. E por pouco – realmente pouco –, não ergui o queixo e o fiz.

No entanto, repetidas vezes, as palavras da Marina continuavam ecoando na minha cabeça. E a expressão no rosto da Mia, naquele momento, não era de orgulho. Pelo contrário. Aquilo, não sei bem porque, me fragilizou. Então a observei cuidadosamente, encolhida no seu moletom, com as mãos protegendo os braços como podiam do frio, e pouco tempo depois os seus olhos me encontraram. Ela tinha um certo pesar, uma seriedade culposa no olhar. Aí, enfim, eu entendi.

Segurei então o zíper da minha jaqueta com a mão direita, descendo-o, enquanto minha outra mão se esticava no ar na direção da Mia, que me olhava, agora curiosa. Ela se moveu lentamente, se aproximando de mim, e eu a puxei delicadamente pela mão, sem me desencostar da parede. Continuei a encarando, o tempo e nossos gestos se moviam devagar.

Quando o seu corpo já estava perto o suficiente, encontrei o seu rosto com a mão que anteriormente abrira meu casaco, e a olhei por um instante. Corri meus dedos pela lateral da sua face e sorri para ela. Ela sorriu de volta, como que por mero reflexo. Aí trouxe-a para ainda mais próximo ainda de mim, segurei-a com ambas as mãos e, de um jeito quase sem querer, nos beijamos.

Simultaneamente, desci minhas mãos e coloquei cada um dos lados da minha jaqueta ao redor da Mia, sobre seus braços, a protegendo do frio. Senti suas mãos ainda geladas me abraçando de volta, percorrendo a lateral do meu corpo, entrando naquele calor entre a blusa e a jaqueta. Quando seus braços já se apoiavam na minha cintura, o beijo terminou e nossos lábios se separaram suavemente. Seu rosto, então, se afastou dois mínimos centímetros do meu. Ela me olhou de perto... e suspirou.

É, a Marina estava certa.

22 comentários:

catarina disse...

Owwwwwwwwwn...
Mel, te odeio, te odeio, te odeio demais. Eu odeio ficar viciada nas coisas. Nada me prende tanto quanto teus textos (seja qual for ele). Enfim, preciso de mais. Preciso mesmo. Agora! AAAAAAAH, tô morrendo ._.

Anônimo disse...

ai. eu sempre choro lendo FM. =~

Liz M. disse...

e se eu só disser quer eu tô com saudade, você ainda vai aceitar?

porque, cara, se não fosse o Fuckin' Mia e a Devassa e a Mia e tudo isso que surgiu aqui... eu não sei o que teria sido de mim nos últimos meses.

♥ (for real!)

Anônimo disse...

PARABÉNS pela descrição sublime e extremamente forte da cena. Essa mistura de sensações é uma metáfora do sentimento existente entre as personagens.

giulia disse...

AAAAHHH MEEEEEEUUUU
:~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

voto em elas fugirem, ou o fer acha outra
riri
ASDIUHSADIUHSADIUHSAD

disse...

Aaaah meu Deus, ñ pode terminar assim... tô na pilha quero mais. Tá tudo tão lindo, tão perfeito, elas são tão fofinhas e juntas mais ainda. Milhares de viciadas em Fucking Mia começarão os surtos e as crises de abstinência em 3, 2, 1 ... Mel, agora que tu viciou td mundo, abre uma casa de recuperação pra nós que somos loucas, viciads e fanáticas por FM, estamos precisando de Rehab urgente, ah sem contar que tu ficaria rica facinho kkk
Parabéns Mel, teus textos estão cada dia melhor e me impressiono; cada vez mais; com a tua capacidade de captar as emoções, os dramas do nosso cotidiano e transcrever isso com sutileza.

Dea disse...

ounnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn (L) foi lindo demais, Mel. demais. queria ser as duas ao mesmo tempo nessa cena, sério. nossa FM tá crescendo, gente!

Marina disse...

1º a Marina está sempre certa
2º esse dia não acaba jamais
3º marotagem o jeito como os últimos posts vem acabando

Inglória disse...

Snief snief (snif snif em alemão ;p hehhe)
Olha isso acaba comigo!
Pleno domingo a noite me vem uma "bomba" (D-E-L-I-C-I-O-S-A) dessa e eu sozinha em casa, poxa, a Mel a gente se sentir tão Miserável, o pior que quem eu quero está longe =/.

Mel tá super lindo e muito bem escrito , obvio!
Parabéns linda!

grazi disse...

ficou otimo esse post, e mais uma vez, uma cena em q se pode imaginar passo a passo.

sobre o titulo 'bonnie & clyde', ate achei q vc colocaria um trecho da musica do Big Japan - Bonnie & Clyde (recomendo para algum de seus posts, a letra eh otima e combina bastante.)

(e depois de um post desse, vc ate pode descancar por uns 2 dias.)

grazi disse...

e para vc nao ter o trabalho de procurar, ta ai.
e escute, eu tenho certeza q vc vai gostar.
a letra da musica esta na descricao do video.

Big Japan - Bonnie & Clyde
http://www.youtube.com/watch?v=TDsAYU_bcsk

Anônimo disse...

Lindo...
e me lembrou muita coisa...

Monique Alberton disse...

Super, super injusto mesmo o modo como você anda terminando os posts, ta?! :'(

E como já disseram, voto em elas fugirem e o Fer que arrume outra u.ú

Posta maiiis ><

Anônimo disse...

Estou em frente ao meu pc esperando a próxima dose de entorpecente.
Muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito bom
Adoro seus textos

Anônimo disse...

tá de sacanagem q depois disso elas vão pra casa e a mia vai ficar com o fer, neh?

ai já é muita falta de noção e sangue de barata da mia!
tá na hora da mia tomar atitudeeee!

esse dia não acaba jamais [2]

parabéns pelo blog maravilhoso!

Lu disse...

Incrível!

:)

Larissa disse...

Finalmente cheguei ao ''fim''.

hehe, e como, provavelmente todas as pessoas que já leram, desejando mais.

Impossível dizer o quanto isso tudo é perfeito. Parabéns Dona Mel ;)

Dea disse...

gimme more...

Anônimo disse...

meu muito bom seus texto , nao demora muito pra postar
pessoal eu queria algumas dicas
tipo eu to amando minha melhor amiga oque eu faço por fsvor me ajudem me respondam pelo email
rafaelaqueiroz96@yahoo.com.br

Brubs disse...

Muito boommm!!!

E, realmente, dia infinito esse e muita sacanagem como tem terminado esses últimos posts! haha...

Parabéns pelos textos Mel!

Cah88 disse...

Marina vc é a Luz dos meus olhos *-*

P.s Muiiito...muiito lindo a nova postura da FM em relação as coisas agora,ela esta conseguindo ver melhor, aê sim fomos surpreendidos novamente!

Veneno Destilado disse...

post perfeito!

mas vim aqui só para comentar que quando vc digita a frase "formigas caem" no google este post é a primeira coisa que aparece... rsrs

p.s:sim, sou desocupada... é o ócio faz isso com as pessoas...