- »

dezembro 16, 2010

Please, stay.

A Marina deixou o pano semi-molhado sobre o balcão e esticou-se para colocar a caneca numa das prateleiras de cima dos armarinhos. Eu observava, conforme a sua regata deslizava pela sua cintura, achando-a deslumbrante. Essa Bia te fez bem, pensei em silêncio, sem querer admitir. Em seguida, ela fechou a portinha de vidro e depois se juntou a mim, sentando-se ao meu lado na pia. Segurei a sua mão e encaramos a parede por uns segundos, com os pés suspensos no ar, a trinta centímetros do chão.

_Ei, deixa eu te perguntar uma coisa... – pedi, como quem não quer nada, e a Marina me olhou – ...você... você dormiu com a Lê, meu?
_Como você sabe disso?! – ela arregalou os olhos, surpresa.
_Por que?! Não era para eu saber? – eu ri.
_Não, sei lá, não tem problema, só... não achei que você sabia.

Ela deu de ombros, fingindo não ter importância, e eu não consegui prosseguir. Ficamos quietas por um instante. Reajeitei meus dedos entre os dela, encarando-os, e ela apoiou a sua outra mão na pia. Olhei de novo para ela e insisti, meio desconfortável.

_Por que você não me contou? – continuei, baixinho.
_A gente não estava se falando na época, sei lá, faz tanto tempo. Quase três anos já, acho – respondeu, encabulada.
_Mas... tipo... rolou alguma coisa entre vocês?! – murmurei.
_Não, acho que... foi mais porque, sei lá, nós duas estávamos sozinhas e... não sei. Para matar a curiosidade, talvez, sei lá. Não sei.
_Então foi só uma vez? – perguntei, hesitante.
_Por que você quer saber isso, meu?! – ela levantou o tom de voz, indignada, e riu.
_Não sei, porra, tô só perguntando... – argumentei, querendo que me respondesse logo.
_Não, foram duas vezes. Pronto. Tá bom assim? Satisfeita? – ela falou comigo como se estivesse dando bronca em uma criança de dois anos – agora chega, vai.
_Por que você tá brava, meu? – achei graça.
_Porque eu não gosto de falar dessas coisas com você... – ela disse, irritadinha, e ajeitou os óculos pretinhos rapidamente, jogando a franja longa demais para o lado – ...e eu não estou brava.
_Não, imagine... – ironizei, rindo – e, nada a ver, Má... eu vivo te contando das meninas com quem eu dormi, meu, qual é o problema?!
_Isso é diferente. É sua amiga, sou eu, é você, o clima naquela época era outro... – ela listou, fazendo a sua cara de gênio incompreendido, soando mais com a Marina que eu conhecia.
_Tá bom, tá bom... – me rendi, ainda rindo – ô, que horas será que são?
_Não sei... – ela se apoiou levemente para cima de mim e tirou o celular do bolso de trás da calça, olhando-o na mão direita – são... 22:14.
_Nossa, meu, achei que fosse mais tarde já – comentei distraída, com vontade de acender um cigarro, e não ouvi resposta; olhei para o lado, tirando o cabelo do rosto, e a Marina continuava olhando para o celular, com uma mão na minha e o telefone na outra; o seu olhar estava longe, eu estranhei; os segundos passaram e o silêncio cresceu, incômodo, ela parecia chateada – ...Má?
_...
_Ei... – perguntei, baixinho, apoiando minha mão livre sob a dela, que segurava o aparelho – ...tudo bem?
_Ela não... me ligou, não mandou nada.
_Ela vai ligar – cochichei – às vezes, ela só precisa de um tempo...

Não me respondeu. Continuou olhando para o telefone, enquanto minhas mãos a confortavam; sem dizer nada. Eu a observava, sentindo-a mais triste do que antes, curvada e sem expressão, abatida. De repente, endireitou o corpo e respirou fundo, soltando o ar com os olhos sutilmente fechados e o queixo erguido. Quando os abriu novamente, olhando para a parede e reajeitando a posição do rosto, percebi que estavam marejados, se segurando para não chorar. Caralho, viu..., eu odiava ver a Marina magoada daquele jeito, ainda mais por causa de uma garota estúpida como aquela.

Por que diabos eu fui perguntar as horas?! Imbecil.

A abracei, num impulso quase automático, e ela resistiu, como se não quisesse carinho. Logo, porém, me deixou segurá-la e eu a sentia cada vez mais triste perto de mim. Afundou o rosto no meu ombro, me abraçando de volta pela cintura, e permaneceu quieta, cabeça-dura e orgulhosa como era. Mas eu percebia que estava chorando, sim, pela forma como respirava e se movia sob as minhas mãos. Sentia também, porque a umidade aos poucos atravessava a minha blusa, no meu ombro. E me apertava o coração, droga.

_Não fica assim, linda... – eu beijei a sua cabeça, passando a mão pelo seu cabelo, pelas suas costas, e ela continuou, mas me apertando, quieta.

27 comentários:

Milk :D disse...

FM sua foofa *-*

Gabee disse...

Eu queria bater na Bia :)

Ivett disse...

Amizade define.

Amanda disse...

MEUDEUS, MARINA LINDA. Só digo isso.
Vi a foto que tu botaste no forms de como a imagina e, olha, agora eu até troco a FM por ela, porque né... Eu só me apaixono mais por ela, assim não dá.

Team Marina forever!

Ed disse...

Poxa ohhhhhhhhhhh modheusu, que fofissima....

E a Mia kd?...

P.S=> Parabéns por um ano do .:Fuckin'Mia, parabéns para todas nós que ganhamos os posts como presente.\0/

@Edflavia_ems

Anônimo disse...

aaaaaaah que fofa meuu!!!!

l sayuri * disse...

não rola um flashback FM + Marina?

Anônimo disse...

Awwwwwwnnnnnnn que linda ♥♥♥
Que fofs que a FM é...


E a Marina então... ela parecia tão segura... Mas estamos vendo que ela tbm é bem sentimental... E que a FM tbm pode dar bons conselhos e consolar alguém...
Linds esperando o próximo post... bjssss... @gy_dummer

Bee disse...

Eii Mel... eu tinha que te parabenizar pelo blog, mesmo atrasada! ELE É SIMPLESMENTE DEMAIS e eu totalmente viciada, hahaha!

E só mais uma coisa... eu ADORO a Marina, sério meu!

Beijão!
;D

R. disse...

nada a comentar além de: *-*

Dea disse...

você é uma convencida, isso sim! eleva a Marina às mais altas das alturas e depois tem a cara de pau de me falar que espelha a personagem em você. metida pra caráleo, hahahahaha! e não importa, eu sei que elas são amigaaaaas, mas, meu, olha isso, vai? eu não vi a foto de como vc a imagina. posta pra mim no Face?

;*

Anônimo disse...

não rola um flashback FM + Marina? [2]

xxxxxxxx disse...

QUERO A MIA/QUERO A MIA/QUERO A MIA/QUERO A MIA/QUERO A MIA/QUERO A MIA/QUERO A MIA/QUERO A MIA/QUERO A MIA/COMPRE BATOM/QUERO A MIA/QUERO A MIA.Essa Marina é muito Mogwai...ela precisa trangredir a terceira regra.

Gabi disse...

Eu nunca comento, mas sempre vejo q vc não se importa qnd as pessoas corrigem alguma coisa, então lá vai:

no paragrafo q começa com "_Nossa, meu, achei que fosse mais tarde já" mais pra frente estão faltando umas letrinhas na parte "eu estranhe(i); o(s) segundos"

bom, era isso...nem precisa aceitar o comentário, viu

Bjos! Adoro o blog!

Lívia disse...

AAhh, que lindo post. =)
A parte dos "olhos marejados" doeu pra caralho!
Não podia deixar de comentar.

Sensacional, Melissa.

Marina disse...

Marina desabando e as pessoas achando fofo Oo, mas hein?! hahaha
Só pq kem a gente gosta mto deixar o ombro ser molhado por choro

Monique Alberton disse...

AHH, que lindas... ><
Socar a Bia :D

( the girl fucking Mia ) disse...

Gabi, vou corrigir assim que chegar em casa. Obrigada! ;)

E Dea hahaha eu nao disse que sou a Marina. Disse que de todas, eh a que mais tem de mim... Eu sou a consciencia da protagonista :) eu elevo todas as minhas garotas no blog hahaha

Beeijo,
Mel

'duuda disse...

meu deeus, eu adoro a marina *o*
por uns momentos super achei um clima entre ela e a FM, até pensei que fosse acontecer alguma coisa hahaha
mas ai, elas são umas lindas, fico boba!

beijos!

ruka disse...

aaaaaah, mais uma noite com a marina não ia matar ninguém :~ #teammarina

Anônimo disse...

não rola um flashback FM + Marina? [3]

Jamile disse...

team marina ♥
tbm quero flashback, só pra curar a tristeza dela vai Mel haha

Tais disse...

OWN Marina... *--*
Posso levar ela pra casa e tentar consolar??
haushauahsuahsu
Amo demais a Marina. Se for pra ela ficar com a FM que seja só por uma noite, porque não quero que forme um triângulo com a Mia e a minha Má sofra ainda mais..
'-'

@tais_caceres

Pathy disse...

Flashback Não!!
A Marina não merece sofrer ainda maiss.. :D
Team Mia.. cadÊ ela??!! hauhauha

Anônimo disse...

Kd a Mia ??? Sem ela os meus dias são tão iguais .

Monica disse...

okay

soh eu ou maiis algm percebeu q se a FM naum sair daih em minutos vai rolar alguma coisa da qual as duas se arrependeräo mais tarde? :)

óteeemo cmo sempree!
\o/

Marília Domingues disse...

Putz, eu sou a Marina, bua bua, só que menos durona e sem uma FM pra me ajudar t.t'