- »

dezembro 06, 2010

A tal ex da minha ex

_Meu, o que aconteceu?! – liguei imediatamente para ela, saindo da sala.
_Achei que você não fosse retornar... – ela disse baixinho, desanimada – ...geralmente é você que precisa de ajuda, né.
_Claro que ia, Má. Desculpa, só vi agora, meu. Eu tava... com... o Fer... aqui... – me atrapalhei um pouco na explicação, sem querer dizer que a havia trocado por sete partidas de videogame – ...vai, me conta.
_Ela terminou comigo.
_Quem terminou?
_A Bia. Ela... – sua voz hesitou e eu senti vontade de abraçá-la na mesma hora – ...a gente estava tão bem, poxa... Foi uma briga tão idiota.
_Mas brigaram por quê? Ela não ia passar o fim de semana aí, meu?
_Ela veio... foi... foi ótimo. Ai... – ela suspirou, soando realmente chateada – ...eu gosto tanto dela, meu. Não é justo. Ela... ela acha... – a Marina choramingou, ainda contida – ...ela acha que... que eu gosto de você, meu, e que... eu... não estou...
_De mim?! Mas de onde essa garota tirou isso?!?
_Foi... foi um... um negócio que eu falei... sexta... eu comentei que... que você queria que eu... te ajudasse... mas... mas eu contei a história... da... da Mia... eu não sei porque ela acha que... – continuou, com a voz ainda trêmula – ...ela... ela disse que... eu não estou... comprometida com o que a gente tem... e que... que a gente... que ela... ela... precisa estar... com... com alguém... melhor... – ela começou a chorar – ...melhor do que eu... e... e que... que eu não sou... o que ela... precisa... na vida dela... agora.

Vadia. A simples idéia de alguma garota partindo o coração da Marina já me subia à cabeça e me tirava do sério, digo, pra valer. Mas imaginá-la chorando era uma das poucas coisas no mundo que eu não podia suportar. Eu quis matar a desgraçada da Bia na mesma hora. Ahh, vadia.

_Como assim alguém “melhor”?! Você que precisa de alguém melhor do que ela, meu! Que filha-da-puta! Ela não pode estar falando sério, Má... você é a pessoa mais incrível que eu conheço. Se ela achar uma garota que vale um centésimo do que você é, eu... eu... nossa, mano. É impossível isso! Ela só pode estar chapada, não dá pra acreditar que alguém realmente terminasse com você. Você é maravilhosa, meu... e inteligente... e divertida. Não, pára, não faz o menor sentido o que essa vagabunda está falando, esquece isso.
_É, sou “maravilhosa”, mas todo mundo sempre termina comigo... o tempo todo... toda santa vez... – ela pôs-se novamente a chorar – ...poxa, e eu tento... tanto... e eu... digo, como você pode dizer isso se nem você ficou comigo?!
_Não fiquei porque eu sou uma completa idiota! Má, pelo amor de deus, você sabe disso. Eu sou uma babaca sem fim, não foi por sua causa! A gente... eu e você... tudo aquilo... foi culpa minha, só minha. Você era puta namorada perfeita, meu.
_...e mesmo assim você dormiu com metade da torcida do Flamengo!
_Mas porque sou eu e... eu era uma imbecil naquela época – não podia me conformar que a Marina realmente pensasse, nem por um segundo, que tinha qualquer parcela de culpa num erro tão burro e antigo meu.
_Tá. Você era. Você era mesmo. Mas as pessoas mudam, elas sempre mudam. Até você mudou!
_Mas só porque eu tive você do lado, meu! Larga mão de ser besta, Marina, você é minha salvação, porra. Você sabe disso. Eu era uma pirralha quando namorei contigo, mano, essa garota aí já deveria saber melhor... não é comparável! – me exaltei e o Fer passou ao meu lado no corredor, oferecendo um gole da caipiríssima, que eu aceitei; depois tornei a falar – espera, essa babaca não te traiu, né?
_Não foi isso... Foi... Foi a mesma história de sempre. Às vezes eu penso, porra, não tem uma garota no mundo que me ache... suficiente? Que... que... sei lá, que goste mesmo de mim... – ela se chateou.
_Má, por favor... não pensa assim. Não é verdade.
_Eu... eu não sei o que eu estou fazendo de errado, a gente... a gente estava indo tão bem, sabe. A gente gostava das mesmas coisas, eu... eu cozinhei pra ela no sábado... a gente passou o dia juntas... aí eu... eu aluguei uns filmes... que... ela... queria ver... eu... fiz tudo... achei que... que ela ia... sabe... ficar sério comigo... que a gente ia... conversar... e eu queria... queria pedir ela... e eu... até tinha... planejado... com uns... sabe... post-its... ia... pedir ela em... namoro... na parede do quarto... – meu deus, como a Marina é fofa – mas... mas aí... aí hoje... do nada...
_Má, você não fez nada de errado. Meu, me escuta, sério: você não fez nada de errado – o Fer passou novamente na minha frente com a chave do carro em mãos, indicando que ia sair, e o segurei pelo braço sem explicar – essa menina é louca!
_Só que você não entende, pô?! Eu estava gostando dela, cacete! – ela levantou o tom de voz e tornou a chorar – gostando mesmo, meu... de verdade.
_Má, pára com isso... não fica assim, meu – eu me fragilizava cada vez mais com a tristeza dela ao telefone e o Fer me olhava sem entender – onde você está?
_Na redação, eu... eu vim faz umas três horas, terminar uma matéria, mas... mas não consegui – ela suspirava, sem fôlego.
_Como na redação? Essa menina terminou com você por onde? Por telefone??
_Por MSN... – respondeu, baixinho.
_Filha-da-mãe! – me indignei, largando do Fer e já pegando as minhas chaves e a carteira na mesa.
_Ai, meu... foi tão... tão... horrível. Ela nem me deu chance de... de explicar... e saiu. E eu tentei ligar, mas... mas ela não me atendeu... eu não sei porque ela... está tão... brava. Ela criou uma paranóia de que... de que a gente... sabe? Só porque te mando mensagem o tempo todo... e o lance de sexta... mas... mas eu disse “não” pra você! Disse que não ia! E aí ela... ela disse que não sentia que... que eu gostava dela do mesmo jeito... e foi... ai... tão cruel comigo. E eu tentei explicar... sabe... tentei mostrar... que... gostava mesmo... dela... você sabe que eu gosto de... me explicar... e de falar... mas ela... não me ouviu... e é tão... argh, frustrante!
_Má, essa garota é uma ridícula – argumentei, fazendo sinal para o Fer me esperar.
_Ai, meu, mas...
_Tá. Eu sei. Olha, se você quiser a gente tenta alguma coisa, eu te ajudo. Mas você precisa se acalmar! Você não é assim, meu... você nunca foi.

Mentira. Eu sabia que era. Sabia porque já tinha feito a Marina chorar bem mais de uma vez e não me orgulhava nem um pouco disso. Já a tinha visto naquele estado e, meu, aquilo acabava comigo. Mais ainda se, depois de tantos anos, aquela desgraçada paranóica ainda tivesse dado um jeito de me botar no time das culpadas. Filha-da-puta. Minha vontade era de pegar um táxi até a casa daquela vadia e esclarecer as coisas do meu “jeito”. Argh, que ódio.

_Faz o seguinte: lava o rosto e toma uma água. Tenta escrever a sua matéria, desce no estacionamento para tomar um ar, não fica pensando nisso que agora já passou... a gente vai consertar, eu prometo. Mas fica aí, meu... eu já tô indo.

Desliguei o telefone, puta da vida, e perguntei para o Fer onde ele estava indo. “Na casa da Mia”, ele disse, meio bêbado, e explicou que ia tentar falar com ela. Ótimo, era tudo que eu não precisava saber. Contudo, a minha vontade de matar uma tal de Beatriz, naquele momento, falava mais forte. Não podia deixar a Marina na mão, não ela.

_Me leva lá Marina, meu?
_Ah, mano... a casa da Marina é pra lá da Heitor Penteado! – reclamou.
_Que tem, meu? Aqui do lado!
_Mas a casa da Mia é pro outro lado da Paulista... e, porra, já bebi um monte também. Lá na Dr. Arnaldo sempre tem blitz, você sabe disso, meu.

Não, não sei. Porque eu ando de metrô, seu motorista egoísta.

_Fer, a gente vai por dentro... e nem é tão longe, juro, a gente vai parar antes. O trampo dela fica umas cinco quadras de lá. Que que custa, meu? Vai... por favor, por favor!
_Tá, que se dane – ele sacudiu a cabeça, como se não quisesse pensar responsavelmente a respeito – já pegou suas coisas?
_Já.
_Vamos nessa, então.

27 comentários:

Clara disse...

Aaaa muitos posts! To muito feliz aqui hahah! Sério, a Mia anda muito fofa ultimamente, e a FM ta voltando a ter aqueles momentos legais de amigos com o Fer. Mas a Marina é demais, ela não merece isso...

Jamile disse...

que jeito ótimo de começar (ao meio dia haha) uma segunda feira, com quatro posts! *-*
amei todos, Mel voce escreve muito bem! tem senso de humor em tudo, voce descreve tão bem a fala que dá até pra sentir como é a personalidade das personagens haha.. Eu gostei até do Fer hoje hahah.. tá perfeito, parabens =)

Nah disse...

Me senti a Marinaa agr, pq cmg é smepre assim FATO

'duuda disse...

AAAHH mel, quase me mata do coração com esses vários posts seguidos :')
e tadinha da marina meu, ela é uma fofa ):

R. disse...

Coitada da marina :(
Nao sei oq eu faria.. Eu tbm vivo me explicando e tem mta gnt q eu nao consigo nao me importar e ai tem gente q logo assume q a gnt gosta da pessoa sei lá :/

só espero que ela fique bem e tbm espero q a conversa da mia com o fer nao de merda

Brigada pelos varios posts mel :) e nao consegui ser a primeira dessa vez :/

francielli# disse...

é complicado quando não conseguimos passar o que queremos para quem gostamos.. mas sorte de quem tem que mostra pra gente o caminho a seguir ... ótimos post´s ameii

Anônimo disse...

Ai. chorei junto com a Marina. que tristeza.

Lu disse...

Torcida do Flamengo?! :(
Mel, a Marina é carioca? Pq não a do Corinthians?
Adorei os posts! :)

( Gih ;p) disse...

Perguntas:
1-ALGUEM PODE METER A MÃO NA CARA DESSA BEATRIZ?! Obrigada
2-Marina, (essa é bem direcionada, e só vale para Marina) de todas as garotas no mundo, eu não consigo imaginar ninguem mais perfeita do que você, te quero, muito mesmo, quer me namorar?
(escrito num post it: aceitaaaaaaaaaaaaa)

- Tucca disse...

Acontece muito esse lance de se foder quem não merece. Por mais que a pessoa goste, faça tudo pela outra, muitas vezes, no fim ela é deixada de lado. É meio aquela vibe: "Te fiz comida, velei teu sono, fui teu amigo, te levei comigo. E me diz: pra mim o que é que ficou?" ♪♫
Fica aquela sensação de ingratidão e a vontade de ser uma fdp que se dá bem.

Enfim, adorei todos os posts, sempre incríveis, parabéns Mel.

Catarina disse...

Quase morri de felicidade com tanto post.
Por que sinto que vai rolar alguma coisa entre a FM e a Marina?
Nem digo nada...

Pathy disse...

Cara.. eu faço mais al inha da Bia, odeio explicações!! Arghhhhh
A pessoas pode estar certa + se eu estiver interpretado errado.. fudeu, pq não vou ouvir!! =D
Minha namo que tem qe ter charme pra falar cmg!! hauhauahua

P.S.: 4 POsts??? #Adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii (♥)

Anônimo disse...

Super acho que a FM devia ir dar uns tapas nessa tal de Beatriz, ae. Mina troxa, mano.
maior dó da Marina...

Monica disse...

vixee...vai ter porrada?

hahahaa

briga de sapatäo...vai rolar foicee...kero soh ver 666

bgs bgs

tah td óteemo d+

cigarrosdebaunilha disse...

Marina mais do que linda :( owwwn

Mas o meu chuchu eterno ainda é o Fer. Eu vou roubá-lo e roubar todo mundo, em geral, pra mim. É. hahah

Tais disse...

AARGH!!
Tô morrendo de raiva dessa Bia e da FM também, porque ela já fez muita mal pra Marina que é a mais fofa dessa história.
Às vezes eu me canso de FM, Mia e companhia, e fico só esperando que a Marina apareça na história. :)
Bem que podia ter uma versão da história pelo ponto de vista dela.
Ia ser tudo!

Marina s2

Anônimo disse...

Primeira vez que comentoo ;)

Poxa, magoar a Marina é fooods!
Meio que um golpe baico na FM.
Hahaha, muito linda a reação dela, toda protetora e tals.

supeer foda, Melissa!

Rayssa disse...

INFORMO QUE sou da torcida do flamengo e a Devassa não me pegou u_u,por outro lado a Clara *-*...infelizmente tbm não =/ mas não perco a esperança *-*,foi prometido no meu próximo passeio a SP uma ida ao inferno,Clara me espera T1
#VoltaClara

Marília Domingues disse...

Nossa, tava muito atrasada aqui, uau!
Mas acompanhei, finnaly! rsrsrs

Então, mas o motivo do comentário é que ganhei um selo e as regras são repassá-lo para 10 blogs que eu leio e recomendo e o seu está mais que recomendado =)

Dá uma passada no meu blog pra pegar seu selo.

Abs!

Dea disse...

nossa, me vi na pele da Marina agora. velhos tempos em que as pessoas terminavam comigo dizendo que eu era "maravilhosa, mas...". ainda bem que daí veio a Isa! agora eu sou "maravilhosa." =D

a FM é tão fofa, meu. lendo ela assim, ajudando a Marina e comportada ao lado dos pais dá até pra achar que ela é boa moça, hahaha!

;*

Ianca' disse...

Tem gente que ama a Mia, acha ela perfeita, eu amo a FM, posso? muito, muito , muito mesmo, essa linda, FDP dessa namo da Marina mano, aff
Deu raiva aqui, espero que fique tudo bem, mas achei coisas tensas, vamos ver neh!
A Devassa é tão, amiga cara, isso é louvável...
Muito bom *-*
;**

Pri Araújo disse...

Gente, e essa Beatriz que veio infernizar a vida da pobre Marina, meu, que bacaca, toda cheia de crises e jogando a culpa pra Marina. #PorraBia
Bom, pode ser um jeito que Bia arrumou fugir, não teve coragem de assumir que não tava mais afim aí joga a culpa na outra. Ooou, de repente fez isso pra Marina ficar arrasada e correr atrás dela, tem gente que gosta disso. Vai saber.

Anônimo disse...

primeira *-*

putz, o blog tá muuito lagal! quero saber como vai ser o final! tem q ser muuito foda!!
parabéns, vc escreve muito bem ^^

Amanda disse...

MEUDEUS, tô chocada com essa Taís, ela disse absolutamente tudo que eu queria dizer. Sou louca e apaixonada pela Marina e há tempos tenho pedido pra ela aparecer mais. Esse post com ela sendo a principal foi ótimo, mesmo ela estando tão triste e eu querendo atirar no meio dos olhos dessa Beatriz puta sem vergonha. A Marina é uma fofa, só tem que parar de ser tão bestinha porque ser legal demais nunca dá resultado. Ela tem que dar uma de bitch uma vez na vida pra presenciar a reviravolta.
A FM devia começar a se sentir confusa em relaçao a Marina e ela não sentir nada pra poder mostrar a vingança do mundo. Atoron.. Mas tem a Mia pobrezinha. Mas bah, ela ainda transa com o Fer.. Eu gosto do Fer, mas ele já traiu ela também. É tudo um bando de puto, menos a Marina linda e bestinha, own.
Tá, parei.
Adorei os 4 posts e só. *-*


TEAM MARINA s2

Ivett disse...

Caralho, que FDP essa Bia. Argh.

Marina disse...

Muito tudo a Marina *-*

e como eu ñ li os outros posts ainda, ACHO q isso vai chegar aos ouvidos da nossa, não tão, honrosa Mia

Anônimo disse...

Bia, sua escrota de merda.