- »

junho 14, 2012

Lares insólitos

_Posso te contar uma coisa? – a Clara sorriu, sussurrando.
_Pode – eu sentei na cama; completamente despida.

Acendi o isqueiro, acendendo um baseado pequeno próxima à janela aberta. Estávamos de volta ao apartamento; o sol terminava de se pôr lentamente. A luminosidade no quarto agora dependia quase unicamente dos postes do lado de fora, praticamente nula. O cômodo estava escuro e os nossos olhos, já acostumados. Os presentes comprados para ambas amigas pendiam em múltiplas sacolas na maçaneta, um exagero. As pernas da Clara moveram-se no lençol, encaixando-se na lateral do meu corpo. Ela encostou os seios descobertos na minha pele fria, esfriada pela proximidade da janela. E ela, morna. Déjà-vu. Desde o último fim de semana que eu não fazia sexo; traguei e segurei nos pulmões, aliviada.

_Na segunda, eu... – apoiou o rosto nas minhas costas, suavemente, e revelou – ...eu não estava com uma amiga, quando você passou lá. No apê.
_Não? – soltei a fumaça.
_Não...
_Hun. Mas você estava com alguém... é isto?
_Estava... – ela suspirou, envolvendo o braço na minha cintura – ...quer dizer, era uma amiga, mas não... do tipo que... que você não precisa se preocupar a respeito. Tipo, era uma amiga mais... do... do outro “tipo”.
_Hum.

Eu sentia a sua respiração oscilar sobre a minha pele. Sabia. Preparei-me para mentir, então.

_Clara, eu... não estou preocupada – complementei, convicta, e traguei mais uma vez.
_Nã... não era isto que eu queria te contar... foi depois. Depois que você apareceu lá. Foi o que eu te mandei no SMS que você não recebeu, esta semana. Sabe, eu, eu estava jantando, com ela, e tudo normal e aí você veio e... e eu te vi, ali, e percebi que não... não tinham passado nem 24 horas desde... sabe?

Desde que você deixou a minha cama, ali pronta para pular em outra; eu balancei a cabeça e pensei.

_Sei – murmurei.
_E eu, não sei, acho que foi o... o jeito como você falou o que falou, a situação toda, não sei; eu me senti feliz. Mesmo que você tenha ficado dez segundos lá. Só de te ver! E eu sei que a gente não se vê como... como outras meninas ou outros casais se vêem e tal, sabe... com frequência ou a semana toda, sei lá. A gente não é assim! Mas eu, eu fiquei mesmo feliz.

Eu sorri, em silêncio; as costas ainda viradas para ela.

_Cara, você vai rir... – ela comentou, apoiando o queixo pouco abaixo do meu ombro, e continuou – Mas foi como se você estivesse me salvando de uma segunda-feira idiota, uma como qualquer outra, sem sentido nenhum; me tirando de um jantar que eu realmente não queria ter, e... e era você, sabe, você... eu queria estar ali, estar com você; meu, acho que você é a única que pode interromper qualquer jantar ou livre escolha de agenda minha...
_Hum... – eu ri; quieta.
_E eu, eu só... você é diferente, Bo; sabe? – murmurou, apoiando em mim de novo a lateral do rosto – Eu só queria que você soubesse; você é, sei lá, importante.

Sorri discretamente, num impulso natural. Não – eu não sabia. Eu não costumava ser importante para as garotas; não as com quem eu dormia assim. Eu. Puxei então mais uma vez o baseado, tragando demoradamente. Um sentimento estranho de felicidade me contaminava, à surdina, bem mansinho. Se eu o era, certamente não ficava perto tempo o suficiente para ouvir. Sofria de déficit de atenção. Ou de prestabilidade, ponderei. E soltei a fumaça, aos poucos; avaliando mentalmente os meus relacionamentos anteriores, como num flash. Argh, mano. Toda a importância e a ausência que eu, ao mesmo tempo, havia tido para garotas como a Roberta, a Patti – e não num sentido positivo. Dei outra bola, contrariada.

Os fios do seu cabelo deslizaram suaves pela minha coluna, a Clara ajeitou o rosto. Aquilo. Aquilo era diferente – porém; e eu sabia. Desci a mão sobre os joelhos, a seda ainda entre os dedos. Um sentimento incomum, um contentamento. Não sei bem. Eu me sentia bem com ela. Ouvindo-a falar, em silêncio, no quarto escuro. O THC preenchia os meus pulmões e os seus movimentos, sutis, tornavam-se cada vez mais perceptíveis. As pontas dos seus dedos percorriam meu abdômen; faziam cócegas pela minha cintura, subindo delicadas. E ela, por sua vez, ficava cada vez mais e mais real.

É impossível te ignorar, garota – pensei –, garanto. Deixei a fumaça escorregar aos poucos para fora da minha boca, dos meus lábios. Na minha vida, na minha cabeça; eu coloquei a ponta restante do baseado sobre o parapeito da janela. E me virei então, olhando-a por cima do meu ombro. A Clara sorriu. Podia senti-la ainda na minha pele, era um sentimento descomplicado. Tranqüilo. E talvez fosse mesmo simples, talvez eu pudesse ser assim o tempo todo. Calmamente, não sei, a minha mente contemplava os caminhos sinuosos do seu corpo, do que tínhamos juntas. Deitei-a sob mim, os lençóis desarrumados; as minhas mãos acompanhavam o seu perímetro. Deslizavam por cada uma das suas curvas. Pelo entendimento que possuíamos, uma da outra.

_Sabe... – eu sorri para ela, encarando os seus olhos castanhos argentinos sobre a linha da sua cintura; e é engraçado o quanto quatro paredes podem afetar a sua percepção – ...que você, garota... – do que lhe basta para ser feliz; os meus lábios encostaram na sua pele morna, entre uma palavra e outra – ...você, você faz as coisas ficarem tão mais difíceis... – os meus dedos percorriam os contornos conhecidos do seu quadril, das suas pernas – ...tão mais difíceis, para qualquer outra.

E vamos lá – segundo round!

31 comentários:

Ianca' disse...

Porque todo esse encaixe? Fico lendo e vendo que elas funcionam e que NÃO PODE ser assim, e me sinto egoísta por não estar pensando nos sentimentos da FM, pq ela já sofreu tanto, e a Clara faz bem a ela, mas eu não queria sabe... Apesar da Clara ter um monte de adjetivos que a coloquem a frente, poxa. E a Mia? :/


(Tava relendo uns posts quando tu apareceu com este, fiquei muito feliz \o/)

Anônimo disse...

ok, dá pra entender o porquê da demora.

quero ler o segundo round do post tbm! hahaha

Anônimo disse...

Ai Mel, me salvou dessa quinta-feira chata.
Tão bom esse clima delas <3

Flavs disse...

Que post lindo!
Queremos o segundo round logo! hahahaha

Anônimo disse...

Não sei porque, mas prefiro a Mia. Não gosto da clara.

Mariannaes, SC

Juliana Nadu disse...

Aff Mel posts assim são foda pra quem ta carente!! shauhsauhsaus

Anônimo disse...

GENTE, SÓ A CLARA PRA FALAR QUE TAVA COM OUTRA E AINDA SOAR FOFAAAAAAAA (L) MELDELS, ELAS SÃO PERFEITAS UMA PRA OUTRA!!

MIA, QUEM??? KKKK

Anônimo disse...

Gosto como tudo no blog faz sempre sentido e não só o que as leitoras querem. Não sei se a Mia é a melhor escolha!

( the girl fucking Mia ) disse...

Meninas ♥ Apesar da minha brincadeirinha no Twitter, o blog não termina amanhã! rs

Tô amando a discussão. Nem eu sei o que vai acontecer! Mas sei algumas coisas que quero que aconteçam enquanto eu decido... então, aguardem!!

Thais disse...

perfecta como siempre Mel felicitaciones!!

Anônimo disse...

Veja bem, a FM tá, lindamente, mais leve, receptiva e recíproca. E, meu, a Clara tem seu mérito nisso.
Sei lá, mas no fim das contas, a FM tá só bem, querendo estar bem. Não sei se cabe namoro/paixões aí.

Enfim, esse comentário foi nada imparcial visto que sou, inexplicavelmente, Team Mia!

ps: gosto qdo tem a Clara nos posts, pq sei q a Mia está por perto...hehe

Anônimo disse...

Mia?Que mia? /clara rules!! Poxa...No final disso td deixa a clarinha feliz...* *

Gabs disse...

Caramba, velho.
Comecei a ler a pouco a tempo e tipo, quase morri. Já não tava nem enxergando direito mais.
Agora enfim, alcancei vocês. uhaausa *-*
Muito, muito, realmente muito bom o seu blog Mel. Você escreve lindamente e é a primeira história que eu sinto uma puta vontade de ler.(nota-se pelos poucos dias em que li tudo)
Ah e cara, eu quero uma FM pra mim, tipo now. Comofaz? ): aushuashuhas

Anônimo disse...

Post lindo, amei. Mas outro dia me perguntei: e a chefe? Sumiu? kkkk Curiosidade mata.
bjs.

Etiane disse...

Ai, ai...Sai uma Clara pra mim aí? No capricho por favor ♥

F.Nanda disse...

Meu primeiro comentário aqui,apesar de já ler o blog a algum tempo mais eu tenho de disser,FM esquece a mia e fica com a Clara...por que essa mulher tem o poder.

Anônimo disse...

A Clara é muito mais mulher pra FM do que a Mia, minha preocupação é: será que a FM conseguiria?
Capitulo muito fofo e concordo com ela: a Clara faz tudo ficar mais difícil para as outras.
Aguardando o segundo round

Ana disse...

o prmblema é que a gente não quer a mulher"certa", confortável... a gente quer aquela mulher, ainda que sob muitos aspectos seja a mulher "errada"... a gente quer a mulher que fode a gente em todos os sentidos... e isso pode até ser ruim, mas, é ótimo!!!

( the girl fucking Mia ) disse...

Ao anônimo que perguntou sobre a chefe, ela surgiu no dia da festa no apê (lembra?):

http://fucking-mia.blogspot.com.br/2012/05/na-pratica-porem.html

Elas conversaram sobre relacionamentos, a FM mencionou o "lance" que tem com a Clara. :)

jamile disse...

ai sou TAO team mia, mas to amando a clara =(

p disse...

A Ianca um dia morre do coração Mel.HAHAHAHHA
E eu fico querendo a Mia, aí depois a Clara, a Mia, a Clara.. aiaiaiai :S

P.S.: Detalhes do 2° round, please?! 66'

Pathy disse...

Errr.. acho que dei enter antes de colocar meu nome =/
O Post que fala da Ianca, é meu.. :D

Anônimo disse...

Cara, acho que vou pirar... cada vez que leio esses post's, sinto minha pele queimar... e uma inveja profunda da FM, como eu queria um romance assim... :(

P.S:FM+CLARA= nada a ver
FM +MIA= Uhu, sexo gostoso... selvagem e apaixonaado...

Anônimo disse...

Cara, tá mais perfeito a cada dia!
Sem palavras pra esse post, sério.

Anônimo disse...

Olha, gostei do post, Clara muito fofa, mas vamos combinar: não tem a ver com a FM, né?
Team Mia, forever!
kkkkkkkkk
Vamos ao segundo round!

Anônimo disse...

Eu acho que escolher ser team Mia ou team Clara vai do momento em sua vida....
Se vc está em um momento calmo, tranquilo e apaixonado, será eternamente Clara...
Mas se estiver em momento perversão, putaria e sacanagi, com toda a certeza é team Mia....

O post tá perfeito (como sempre) e lindo... Mas confesso que senti falta da Mia (6'
Hahaha

Anônimo disse...

Ola Galera...
Esse é meu primeiro comentario. Resolvi dizer algo, pq ja passei por uma situçao FM.

Meu, é uma lesera só... É tipo axar o certo se perde com o errado e nao qrer deixa o certo , + se envolver com o contrario.

Aff, meu nome é Daniela. E compreendo mt a FM, + se ela for parecida msm cmg, ainda nao acabou o lance com a Mia.... Pq a Clara é a minha perfeiçao em um relacionamento, + a Mia é perdiçao pura. Bjao pessoal!!!!!

Ianca' disse...

Ah, pensei que esse "p" era alguma admiradora sua vadia hahahaha
Sim, fico muito tensa com os posts .-.

babi disse...

Esse tipo de post faz eu ficar tããããão feliz!!
Amei, espero q elas sigam nesse ritmo. Mas como a gente já conhece essa história, claro q não vai ficar tudo lindo assim...
=)

Anônimo disse...

meu.....sou tao mia, tao mia que to ate estranhando a simpatia pela clara....
mas espero que a fm fique com a mia..pq tipo..eh fucking mia..MIA e nao CLARA..entao clara..
cai fora meu..............e vem pra k sua linda.......

'duda disse...

to atrasada, mas who cares? rs
e só tenho um comentário... isso aí é tão cena de 'relacionamento começando'... até vou continuar lendo pra ver o rumo hahahaha