- »

março 05, 2011

O Purgatório

Entrei. Lá estava ela; subindo as calças pelas pernas, ao lado da minha cama. As lágrimas desciam, incessantes, pelo contorno das suas bochechas e escorriam até o seu queixo. A essa altura, ela sequer tentava enxugá-las, com as mãos nos botões da calça, fechando-os um a um. Nitidamente desconcertada. Filho-da-puta desgraçado, pensei, com raiva da falta de noção do Fernando. Encostei a porta, em silêncio, o meu coração continuava acelerado da discussão, não sabia direito o que fazer. Ela me ouviu, mas ignorou, e eu a olhei.

_Mia...
_Eu estou bem – respondeu na mesma hora, já me cortando.

Respirei fundo. Você vai ficar chorando aí, toda orgulhosa, ou vai me deixar ajudar... porra?!, a encarei. Não era boa com aquilo – nunca soube lidar com os meus próprios sentimentos, que dirá com os dos outros. Não suportava vê-la chorando – não suportava ver qualquer mulher chorando, aliás. Aquilo me tirava do sério, acabava comigo. A minha vontade era de ir até ela e a beijar; a beijá-la intensamente, até tirar todo o sal da sua boca; e aí beijar cada milímetro da sua pele, do seu rosto, incansável, até não sobrar uma linha de umidade, uma lágrima sequer.

Abracei-a. Porque um beijo, agora, não funcionaria – não sob as dadas circunstâncias, digo, o Fer do lado de fora e o arrependimento amargo ali do lado de dentro. Havia peso demais na consciência para um beijo, então me segurei. Andei até ela, ignorando a sua atitude eu-estou-bem estúpida, e a segurei. Senti suas mãos me empurrarem de volta, na altura do meu estômago, relutante, mas insisti; a fiz ficar. Podia sentir o seu corpo soluçar, contido; chorando, contra o meu. Até que ela me segurou de volta. Ficamos juntas, quietas, por um tempo.

_Ele... – ela começou a cochichar, de repente, como se me confessasse algo, deixando as lágrimas escorrerem no meu ombro – ...ele... ele me perguntou... do nada, e eu... eu não sabia o que fazer... – ela me apertou ainda mais; passei a mão no seu cabelo, a acalmando – ...estava tudo bem... a gente, a gente tinha acordado e... estava conversando... aí ele disse que... que um... um amigo dele... falou pra... pra ele ficar... esperto comigo... que ele não... não devia confiar em mim... e o Fer... – ela continuou, baixinho, cada vez soluçando e cedendo mais – ...o Fer não acreditou, ele... ele falou só por... por falar... hoje, na cama, sabe... ele... ele me perguntou se eu já... já tinha... traído ele ou algo assim, mas... meio de bobeira, meio só por falar, porque... – sentia sua respiração pesar, machucada – ...porque ele sabia que eu, eu ia dizer que não e a gente... ia rir disso... mas... – ela se enfiou mais e mais em mim, arrependida – ...eu não... eu não estava esperando, meu, eu fiquei... olhando para ele... que nem uma idiota! E não... não consegui dizer nada... nada... – merda, merda, merda – ...e ele percebeu... não tinha como não perceber, ele... ele surtou comigo, começou a me encher de pergunta e eu não sabia o que falar... não... não conseguia... ele me fez admitir, falou um monte pra mim... cara, como eu fui burra... eu fui muito burra... eu sou uma idiota, uma idiota completa.
_Eei... não fica assim, linda... você não ia se sentir melhor se tivesse mentido – disse, no seu ouvido – ...agora já aconteceu, meu.  
_Não, eu sou... eu sou uma idiota... – ela insistia, chorando – ...uma idiota, meu, uma estúpida... o que eu fui... o que eu fui fazer, porra... com ele... com, com a gente... a gente estava tão... tão bem... ontem... – ah, você quis dizer vocês... – ...eu não... eu não queria... não queria... machucar ele assim... desse jeito... eu... eu... – ela soluçava, já realmente fora de si, aos prantos – ...eu amo tanto, tanto... eu amo tanto ele... – o meu coração, de repente, se apertou e eu a segurei forte, num impulso – ...tanto, tanto, meu... eu não podia... não podia fazer isso... ele não vai me perdoar... nunca, nunca... eu não vou me perdoar, meu... o que... o que eu fui fazer, meu deus? Como isso... isso... sequer começou?! Eu... eu não... – ela se atrapalhava na própria fala, se desmontando em lágrimas – ...eu sou a pior pessoa do... do mundo.
_Você não... – quis responder na mesma hora, indignada – ...acredite, você não é a pior pessoa do mundo. Meu, você não é nem a pior pessoa desse apartamento! – movi o corpo para trás, de leve, segurando-a pelo rosto e a olhei, ela riu por um segundo, com os olhos inchados de chorar – escuta, qualquer coisa, qualquer coisa que você possa ter feito... – lhe garanti, passando o dedo sobre as maçãs do seu rosto, secando-as – ...eu e o Fernando, com certeza, já fizemos pior. E digo, realmente pior. Você não precisa se sentir mal. Não você, meu... – sorri para ela – ...sério. E, linda, na boa, ele é um babaca; ele nunca deveria ter reagido assim, ter falado com você daquele jeito, ter sido estúpido... – a expressão no seu rosto, de repente, mudou e ela pareceu se afastar.
_Eu... eu... – ela disse, me soltando dela, se virando para a cama – ...eu preciso ir.
_Mia? – disse, sem entender, e ela me ignorou, de frente para as suas coisas sobre o colchão; tirou o camisetão que estava vestindo, meio bruscamente... e sem nada por baixo, aparentemente, observei, sem esperar aquilo; e aí eu a segurei pela mão, a fim de chamar sua atenção – ...Mia?!
_Você... – ela me encarou, soando diferente – ...você não deveria falar dele. O que, o que a gente fez foi errado. Em todos os níveis de “errado” existentes nesse mundo, e você sabe. Então, não... não critica... não critica ele, não fala assim do Fer.
_Eu não... – a olhei de volta, sem acreditar – ...Mia, o Fer é meu amigo. Eu não estou contra ele, porra. E eu sei, o que a gente fez não foi certo, mas isso não dá direito dele falar o que quiser, desse jeito ainda, para você. Ele saiu da linha, cacete. Todo mundo saiu.
_Mas ele tinha razão...
_Sobre o quê?! Sobre você ser uma “vadia de merda”?! É isso?!? – levantei a voz, indignada – É isso que você acha?!? Você realmente acha que merece ouvir esse tipo de lixo de um panaca que não sabe se controlar?!?
_Ah! E você sabe, por um acaso?!?! – ela me encarou, com os olhos vermelhos e uma atitude intragável.

O quê?!, a olhei, me sentindo meio confusa, mas que diabos...?! Não tive sequer tempo de processar. Ela se virou e colocou a blusa que estava nas suas mãos, uma regata preta sua, largando a anterior sobre a cama, prestes a sair do quarto.

_A propósito... – se virou novamente para mim, com pressa – ...belo chupão. Deixa eu advinhar: você saiu e levou um tombo?! – ela me olhou, irônica, e eu fiquei sem resposta.

Balançou a cabeça, descrente naquilo. E murmurou para si mesma o quanto ela era idiota, com uma angústia escondida por detrás dos gestos, agora bastante determinados. Inferno. Passou por mim, sem olhar mais na minha direção, indo para a porta. Mas que inferno, porra!, cobri o rosto com as mãos e as escorreguei para os dois lados do meu pescoço. A Mia bateu a porta com força, me deixando no quarto.

E eu fiquei sozinha, me odiando. Em seguida, ouvi a porta da frente abrir e se fechar e, sem entender direito, escutei o Fer dizer-lhe mais alguma coisa antes que saísse, no mesmo nível escroto que antes. Merda. Não podia deixá-la ir embora daquele jeito – ...mas que porra de opção eu tenho?!, passei as mãos no rosto, agoniada.

E aí, claro, não me agüentei.

31 comentários:

Anônimo disse...

Mano, a Mia só tá se achando culpada porque ela não sabe do Fer. Deixa ela saber.

fazneime disse...

Não sei de quem eu fico com dó UAHSAUHSUAHSUHASUH' Que Tenso velho, a pra melhor deixa o suspense no final " E aí, claro, não me agüentei." Mel pode colocar outro post hj, ja que vc não postou ontem UAHSUAHSUHAUSHAUHS' ACHO JUSTO RUM'

PERFEITO (L)

Milk :D disse...

EU PRECISO DE OUTRO POST, EU PRECISO!

Anônimo disse...

Senti a Mia com um ciuminho do chupão :O haha

Letícia disse...

eu preciso de outro post! [2]
ameei

Anônimo disse...

MANO VC EH MTO GENIAL!!!!

Cintia disse...

Raiva da Mia sério! Ela fica só falando do Fer dizendo que não podia ter feito aquilo com ele mas FM ela não pensa né?! E ainda por cima vem falar de chupão, quem é ela pra falar alguma coisa? Ela pode se transar horrores com o Fer e a FM não pode nem aparecer com um chupão que não seja a Mia quem fez! Aff

( Gih ;p) disse...

Porra, Mia!
Porra, Fer!
Porra, FM!
Porra, Mel!
Porra, vida!
Porra, mundo!
Porra, post!
Porra, inferno!

POSTA TUDO MEEEEEEL!

Anônimo disse...

a mia é uma gansa.

R. disse...

Mel voce sabe que voce continua sendo cruel né?

que q a FM vai fazer? to ficando nervosa .-.

Ma disse...

Não se aguentou.. EU QUE NUM AGUENTO FICAR MAIS UM MINUTO SEM OUTRO POST, CADÊ??

Puta merda! Ai. AAAAAI. HAHAHAHA
Meeeu! Já pode ficar com raivinha da Mia? E do Fer? :) Olha só o que a TGFM se tornou, gente! :( O que essa Mia fez com a cabeça delaaa! Coitada! :(
Do jeito que sou babaca, se fosse a TGFM teria falado o que o Fer fez! HAHAHAAHAHA filha da putice, por filha da putice. Já estaríamos todos na merda ali mesmo! (6) HAHAHAAHA

MUITO BOM, MUITO BOM! Parabénnnnns!
Posta mais ae antes de ir pular carnaval! HAHAHAHAHA

Beijos! ;*

Amanda disse...

Porra, Mia!
Porra, Fer!
Porra, FM!
Porra, Mel!
Porra, vida!
Porra, mundo!
Porra, post!
Porra, inferno!

FOI EXATAMENTE ISSO QUE EU PENSEI!

Mel dedeus, isso é sacanagem! Eu ia sair de casa com a minha mãe, mas perdi a "carona" pra ler essa loucura toda aqui. O que foi isso tudo de uma vez? Tá querendo matar as leitoras que eu sei.
E ah, mata logo essa fresca dessa Mia que eu já tô sem paciência. A FM é linda demais pra porra nenhuma, merece uma mulher que dê mais valor pras coisas que ela faz. A Mia passa a noite toda dando pro Fer e quer reclamar de um chupaozinho no pescoço? É muita cara de pau, tô revoltada. Realmente não dá pra saber quem é o mais cara de pau desse apartamento: a mia burra traidora que não se decide, o fer que bota chifre e quer ser macho ofendido quando leva um ou a FM que tá negando mulher pq tá amando a mina do melhor amigo. GENTE, to louca com esses posts, vou parar aqui hahahahahaha.

=*

QUERO OUTRO!

Anônimo disse...

PUUUUUUUUTA QUE PARILL!!!!!!!!!!
O CHUPÃO, CARALHO!!! #morri

Monica disse...

FM vai atrás


guerreira



Mia feladaputaaa... vai voltar esse meme do: o q a gente fez foi errado...



aiin q saco...rs

Manda a ver Mel, sua linda!

bgs

Anônimo disse...

Melll... faz uma promoção: se chegar a 50 comentários nesse post, você posta o outro ainda hoje e todo mundo fica feliz!! =)

( Gih ;p) disse...

GENTE, aposto que voces concordam comigo quando eu digo que a Mel esta torturando a gente ISSO É CONTRA OS DIREITOS HUMANOS!!!1

M.D. disse...

E a propósito: Isso foi genial!

Sou sua fã!

Mas como já comentaram aí, nada mais justo que dois posts hj, já que ontem não teve...

PlZ!

=**

Anônimo disse...

Mel, por um mundo melhor: POSTA MAAAIIIIISSSSS!!!!!
To adorando
Bjs
Ju T

carol carriel disse...

Trutaaa |o|
Oq foi esse post, mano nunca fiquei
ansiosa para um domingo como estou agora *--*

Podia posta o outro 00:00 só pra ser solidaria com as pessoas q odeiam carnaval XD

LH disse...

Meu coração tbm ficou apertado na parte que a Mia disse que ama o Fer. É mto foda escutar a mina que vc gosta dizendo que ama outra pessoa... :/

Ótimo como sempre Mel!

Julia G. disse...

A parte do beijo (até tirar o sal da boca) me tirou o fôlego. Queria uma mulher assim. Lindo mesmo, Mel. Você é incrível...

jamile disse...

gente mas o fer nao traiu a mia primeiro? que que ele tá dando chilique????

naty_dallin@ disse...

nossa qe tensooooo.......deu ate medo....mais Mel vc mata agente......rsrsrsrs

Gabriele disse...

Preciso de outro post NOW,fiquei que nem uma louca essa semana esperando vc postar mais...QUERO MAIS!!!

Náh disse...

Fernando filha da putaaa, e Mia meça bem as palavras e vá a merda, e Fm me pega vai..hahaha

Anônimo disse...

Creio que o fato da Mia ter dito que ama o Fer não é nem pq o ama realmente, mas sim pq ela o vê como, digamos, uma "garantia". Apesar da situação em que isso foi dito. Afinal, ele é um cara legal e que até então tenho que admitir era um bom namorado e comparando com a FM, ele não chega nem perto né. hauahuahuah
But, no fundo a Mia já gosta mesmo é da FM só que tão cedo vai admitir. Até pq né.. FM foi a 1º garota com quem ela se evolveu ou no bom e claro português, fudeu! E bom, depois que prova.. já era né.. FATO!
Então Mel, sua linda.. libera logo o post novo e salva meu carnaval pq quero saber como essa parada vai se desenrolar.

PS: tu é foda, o blog é foda e a história.. bom, os coments falam por si.

=D

Marina disse...

Mel está satisfazendo todas as suas vontades sádicas nos leitores do blog, só pode!
AHHHHHHHHHHH que irritaçãço que me dá o fato da FM sempre arregar pro lado da Mia ¬¬

Pathy disse...

Porraaaaaaaa.. Num creio que a Mia deu Piti por causa de um chupaõzinho?!! Essa Mina é doente, Mel, Sério, ela tem problemas!! =X

Caraleo FM, Não arrega não Porra!! =X

Fer,, machista dos inferno!! Te odeio!!! =X :D


Mel.. Postaaaa logoooooooo!! Plixxxxxxxx

'duuda disse...

NÃOOOOO :~~~~
AI MEU DEUS TO TENSA!!

pessoa que chega do carnaval direto pro fucking mia, com direito a taquicardia e falta de ar hahahahahaah (1 membro)

Lud disse...

ii .. agora complicou pra TGFM .. kk³ . além da Mia estar nessa confusão toda aí. ela ainda aparece com um chupão. Agora que a Mia nao ai querer continuar o lance com ela de jetio nenhum ..kk³

Tadinha viu .. rs'

Pq o Fer não vai atrás da Mia, resmungando e xingando ela e ao atravessar a rua ele é atropelado e morre? haha

tudo bem , exagerei ner . mas é só pra descontrair umpouco pq ainda noa li o post seguinte .. rs'.

Perfeito com sempre viu .. melhor leitura depois do feriado ..\o

MM's disse...

Tava aqui, relembrando esse post, e me dei conta de que a música Fuckin' Perfect é a música perfeita pra hora em que a FM abraça a Mia.
Bom, pelo menos pra mim, né? :)