- »

dezembro 23, 2012

As Discordâncias pt. II

_Clara... – me curvei na direção do viva-voz, rapidamente.
_O que você está fazendo aqui, meu? – ouvi-a suspirar.
_Só me escuta, por favor.

Senti-me de novo como nos meses finais do meu relacionamento com a Marina, quando por vezes eu implorava para que me aceitasse de volta. Era frustrante ser o denominador comum de ambas situações.

_Vai para casa, cara. Está tudo bem, Bo. Está mesmo, só... – a Clara murmurou no interfone, indisposta – ...só vai pra casa. A gente se fala amanhã.
_Não, meu. Eu não posso, eu não consigo ir pra casa e deixar as coisas assim com você. Não consigo!
_...
_Bi, por favor.
_Vai pra casa. Você devia ter pensado nisto antes.
_Eu sei! Eu sei, Clá, porra. Mas eu, eu não tava pensando. Não mesmo. Eu não sei o que porra eu estava fazendo! – levantei a voz, discutindo em pé sozinha com um interfone frente ao seu prédio, no meio do escuro.
_Você... está transformando isto em uma grande cena, meu. E não quero isto.
_Só abre a porta, cara. Conversa comigo. Eu sei que eu não tenho direito nenhum de te pedir coisa nenhuma, que eu não mereço a milésima chance – as palavras saíam da minha boca, num fluxo irracional –, que eu, eu sou uma babaca, toda vez, mas... porra, eu... eu gosto de você. Eu gosto pra caralho de você. E eu nunca estive tão feliz, meu. Você, cara, você é a única merda de garota que me entende. E eu não sei o que eu estava fazendo! Eu juro que não sei! Eu, eu tava muito louca, Bi, você tem que acreditar em mim, eu não estava pensando! Eu não queria te desmerecer, não queria fazer nada na frente das suas amigas. Eu sequer queria ficar com a menina, eu só estava muito, muito chapada e eu não tinha ideia do que estava falando com ela, com ninguém. E... E eu sei que é sempre você que tem que engolir a minha merda, sabe, aturar o meu humor e as, as coisas que eu faço sem pensar. Eu sei. Eu sei disto. E eu não deveria ter gritado com você na rua...
_Não faz isto – ouvi-a suspirar, me interrompendo.
_Me deixa subir, vai, por favor. A gente tava bêbada, Clá. Eu, você, sabe. Olha, eu, eu sou uma idiota. E... não quero ter que me desculpar mais uma, mais dez vezes pelas coisas que eu faço. Eu vou tentar, cara. Prometo! Eu... – abaixei a cabeça, encarando o chão e resmungando, com um angústia por machucar os outros tão deliberadamente – ...eu não sei o que acontece comigo, eu... sabe, eu pareço me desligar das coisas, eu não penso na hora. Não penso em nada, não é por mal. Eu não sei. Eu só... Eu só sei que eu não quero te fazer mais passar por isto, por nada disto. Porque eu estou bem com você, meu, e eu quero continuar bem com você. Eu não posso te perder, porra. E eu não quero deixar as coisas como estão, eu não quero conversar amanhã. Eu não quero te dar um tempo pra perceber o quão babaca eu sou e o quanto você merece mais do que minha cara de pau idiota. Eu não quero. E se eu for embora agora, no segundo que você ficar sóbria, você sabe que vai estar de saco cheio. Não me manda pra casa, cara. Me deixa consertar. 
_...
_Bi, por favor. Por favor, me deixa subir.
_...
_Por favor, por favor... – choraminguei, prolongadamente.

E alguns segundos depois, do nada, escutei a porta de entrada destravar. Soltei as mãos na mesma hora da parede e me virei para a maçaneta, empurrando-a corredor adentro. Subi as escadas num só pique e bati na porta da Clara, uma desgastada porta de madeira. Estava levemente mais alcoolizada depois daqueles degraus todos. Escutei-a virar a chave e mal entreabriu a porta, já apressei a minha entrada, abrindo o restante e me colocando para dentro. Fechei a maçaneta atrás de mim, num empurrão, e levei num segundo as mãos ao seu rosto, beijando-a intensamente. Como se não a visse há dias. A bebida me deixava um tanto teatral, é verdade – a Clara se retraiu, mas aos poucos cedeu.

Não tinha calças ou maquiagem, apenas uma calcinha e uma blusa de dormir. Já estava com o cabelo preso para trás – e continuava bonita, ao que me dizia respeito, puta que pariu. Me senti tão idiota. De repente, num refluxo irracional. Por querer qualquer coisa senão ela, por procurar qualquer lugar senão aquele. Ali. É impressionante o quanto a culpa te faz sentir apaixonada. Ou o medo de perdê-la, alguma hora, eventualmente, pelas merdas que eu fazia a torto e a direito. Mas me sentia. Completa ao seu lado e uma babaca. Querendo retirar todas as minhas faltas. E lhe prometer sinceridade. “Você é minha garota neste mundo, cara”, disse, entre um beijo e outro. Genuinamente, intencionando cada uma das minhas palavras. Ela era. E eu estava perdoada.

38 comentários:

Ana Paula disse...

Tá decidido sou team Clara agora *-*

Anônimo disse...

Aii, lindas meo ♥

Anônimo disse...

MEU PARO COM ESSA PALHAÇADA CA CLARA, CADÊ A MIA?

Anônimo disse...

Não acho que a Clara elimine a MIa, so mais pra frente. Agr elas tem um lance mto FODA juntas e este post foi o cumulo do fofo!!! Amo elas.

Camyla disse...

Aaaaaaaaaaaaaaaaai que liiindoooooo!!!
Como não perdoar a FM? *-*
Lindas as duas juntas, meu!
Simplesmente apaixonada por elas!
Prêmio de casal fofura do ano, rs <3
Ain, tô tão feliz *-*
<3 <3 <3

P.s.: Vc é FODA, Melissa!

Anônimo disse...

Aaaaaah, muito liiindas elaas! <3

Ketlen K disse...

Mas essa Clara é uma linda mesmo <3333

Lu disse...

Oh dúvida:
Team Mia ou Team Clara?
Nããããão, Team Mel q postou duas vezes hj posts deliciosos!

Obrigada flor! E feliz Natal pro cê também!! <3

Bruna disse...

Nossa meu... post lindo!
*.*

francielli# disse...

muito lindo tudo isso<3 quero ver qdo a mia aparecer...

Gabi disse...

Mano, nem consigo torcer pra q FM fique com a Clara =|
A Mia e ela se merecem...

Ótimo post, Mel!!!

Anônimo disse...

Na moral, achei que era agora que elas terminaram :I

Anônimo disse...

Eitaaaaa...agora lascou de vez!!!
Clara a todo vapor!! E como fica qdo as pernas bambearem pela Mia (pq a Mia é a Mia né)!!
Amei Mel!!
Obg pelo postagem dupla... pode repetir sempre q quiser viu....kkkkk
Feliz Natal moçada!!
(ANA CURI)

Anônimo disse...

Cade a Mia?? ta tudo errado isso rs.
A Mel me distrai com a Clara e eu esqueço em qual lado eu estou kkkkk

Anônimo disse...

CLARA, SUA LINDA!

Anônimo disse...

Clara, Clara, Clara.. cadê a Mia, hein?
Chega de Clara e FM pau no cu com essas babaquices de sempre!

Vamos ao que interessa, MIA !!!

Fazneime disse...

Quem e Mia mesmo? UAHSUAHSUAHS'
Que fofura elas duas <3

É isso ae ... disse...

Muito fofas, mas não tem como esquecer a Mia :'D Team Mia sempre <3

Anônimo disse...

Caralho, a FM tem que passar a se chamar FC...

Quero a FM com a Mia ):

Ianca' disse...

Nãããããããooooooooooo!
O que foi isso mew?
Apesar de toda a tua inspiração, isto não é presente de natal, tô me sentindo apunhalada. E a MIA PORRA? Tô até nervosa :( Porra, porra, porra!
Esse clima de reconciliação quebrou minhas pernas, tô sofrendo

Ianca' disse...

Tá, passada minha indignação de tiete de personagem estando no auge da adolescência, gostaria de dizer que esses dois post's foram fantásticos, muuuuuito bem escrito, daqueles que você entra e se vê agindo, sabe?
Putz, muito foda Mel. Será que antes da virada do ano teremos mais unzinho ou seria pedir demais? >.<

Anônimo disse...

Estou muito confusa! Não sei de quem gosto mais, Mia ou clara. ;/ Só sei que no momento estou apaixonada pela lindeza da Clara!

Anônimo disse...

Hahaha FM filha da p***. Aposto que foi tudo da boca pra fora, no primeiro encontro com a Mia, se não tiver ninguém por perto, elas vão ficar. Depois vai bater culpa, já que ela 'queria' ser fiel a Clara e vai ficar com a Clara toda fofa. Na boa, a FM e a Mia se merecem e Clara merece mais do que a FM.
Mas to louca para ler mais.
A propósito: feliz Natal.

Babi Leão disse...

aaaaaaaaaahhhhh!!!
Ameeeei o presente de natal!!!!
<3 x 1000000000000000...

Tomara que dê certo!
Sempre fui team Clara e acho merecido um pouco de ~tentativa~ de seriedade, lê-se relacionamento minimamento sério.
aiiiiiiiin!!!!
Muito feliz!!!

Anônimo disse...

Clara, nada contra ti. Eu até que gosto de você. Mas a FM é da Mia, poxa! :/

Anônimo disse...

Prevejo Fm tentando de fato um relacionamento exclusivo e comprometido com a Clara, Mia terminando pra valer com o Fer e querendo a FM, e ela completamente perdida.

Gabs disse...

Chorei. Apenas.

Anônimo disse...

É a FM tem que pedir a Clara logo em namoro,a Mia ta muito confortável assim..

Anônimo disse...

Porra, cadê a Mia? Agora que ela tá cheia de atitude...

Anônimo disse...

Opaaaaa!
Dois posts em seguida, tá ótimo, mas...não adianta, sou team Mia sempre, sempre, forever.
Tava relendo quando a FM era total e irremediavelmente apaixonada pela Mia. Onde foi parar esse sentimento? Não some assim, não.
Só porque a Mia tá dando sopa pra FM?
E esse discurso pra Clara...papo de bebum, é o que acho kkkk
Voltaaaaa FM e Miaaaaa!!
Ah!
Feliz Natal! ;)

Anônimo disse...

Sai do caminho da Mia, Clara!!!

Mel, obrigada pelos dois posts seguidos, sua linda!

Pathy disse...

Melissa de Miranda você está dando nós na minha cabeça. PQP PQP PQP!!!!!!


P.S.: Eu super atrasada.. mas FELIZ NATAL pra todaaaas :D

Juliana Nadu disse...

Caralho!! Porque eu tenho a leve impressão de que se fosse eu no lugar da FM o cleck da porta se abrindo nunca seria ouvido!!??? =[

Anônimo disse...

MIIIAAAA

Dea disse...

"A bebida me deixava um tanto teatral, é verdade(...)" - essa frase foi lida na hora perfeita. eu estava aqui pensando 'acho que já vi isso n'algum filme' (no Lip Service, inclusive... e nada de preconceitos, hein?!) e eis que a própria personagem tem esse pensamento. ou seria a autora? as duas, né? vocês se perdem uma na outra, rs!

a Clara é a mulher perfeita. mas ainda tenho um rabo preso com a Mia. inevitável.

Anônimo disse...

Team Mia sempre!

Anônimo disse...

Clara é foda!!!!!!!

Anônimo disse...

Feliz ano novo a todas!
E...volta Mia, sua gostosa!
Larga do Fer e corre pra FM...
Team Mia sempre.