- »

março 22, 2010

O Surto

_Pega suas coisas, Má. Me leva lá na Mia, por favor.
_Agora?!
_Agora.

A Marina levantou do sofá, só de calcinha e sutiã, com uma das últimas cervejas restantes na mão e me olhou, rindo, inconformada. Colocou seu vestidinho branco de volta, lenta e atrapalhadamente, depois cambaleou para pegar as chaves do carro na mesinha de centro. Eu a observava impaciente, com vontade de puxá-la pela mão logo, mas não movi um músculo na sua direção.

“Estou indo aí. Por favor, me espera acordada.”, escrevi para a Mia, já no carro e com o celular quase sendo esmagado pela minha mão, de tão absurdamente ansiosa. A cidade estava deserta, porém, o que facilitava o nosso desrespeito completo pelas leis de trânsito, especialmente aquelas referentes à velocidade em vias urbanas. Chega logo, porra.

Ignorei, quase involuntariamente, todas as tentativas bem-intencionadas da Marina de puxar algum assunto qualquer comigo. De certa forma, eu me sentia obrigada a me concentrar mentalmente na rapidez do percurso, torcendo inutilmente para que eu chegasse a tempo de encontrar a Mia acordada. A Marina não entendeu o recado, é claro, e foi tagarelando sozinha... até Higienópolis.

Assim que encostamos na frente do prédio, desci do carro correndo e larguei a porta aberta, o que resultou em uma reclamação mal-educada da minha doce ex-namorada. Toquei a campainha do prédio insistentemente, interrompendo um possível cochilo do porteiro, sem conseguir controlar direito os meus pés ansiosos no chão. Um velhinho bigodudo quase-careca saiu da guarita interna e me olhou feio, perguntando o que diabos eu queria.

_Eu preciso falar com a Mia.
_Ihh... A essa hora não vai ter ninguém acordado, não...
_Ela vai estar, sim.
_Não, eu conheço a família dela... O pessoal lá já vai estar tudo dormindo.
_Você não pode só interfonar e ver se ela está acordada?
_Mas aí eu é que vou acordar todo mundo, vai perturbar. Você não pode voltar de manhã?
_Não! – eu me irritei – meu, eu acabei de falar com ela no telefone! Eu preciso falar com ela agora. O senhor, por favor, interfona logo?!
_Ah, mas aí, depois... se ela estiver dormindo... a bronca cai em cima de mim.
_Olha, a bronca vai cair em cima do senhor se ela ficar sabendo que eu vim da puta que pariu até aqui a essa hora e você não quis fazer esse esforcinho mínimo ridículo, que é o seu trabalho, de dar dois passos, digitar três numerozinhos e interfonar pra porra do apartamento! Você não acha?!

Ele me olhou com mais desgosto ainda e, sem que tivesse outra alternativa, retornou para a cabine e começou a discar. Olhei-o segurar o interfone contra o ouvido, calado, e os segundos se prolongaram cruelmente sem que ninguém atendesse. Eu estava em pé na calçada, sozinha, e o vento começou a ficar cada vez mais forte. Acendi um cigarro e continuei encarando a porta da cabine, impaciente.

7 comentários:

Anônimo disse...

fiquei vindo aqui de 5 em 5 minutos pra ver se vc tinha atualizado e agora dei sorte de pegar o post fresquinho!!!

Quero mais! hahahaha

sissi disse...

tu é a figurinha premiada dos bloggs cara,o melhor até agora,não para,parabéns.

Rayssa disse...

tadinho do porteiro kkkkkkk
ah nao gostei,ala tadinha da marina deixou a mina dela e a dona mocinha vai atras da mia?
aah consideração kd? no2


#noellyhot hola que tal? rs

Noelly Castro disse...

Hola, bien y tu??

tadinho do porteiro nada.. porteiros são assim, o meu não deixa nem eu entrar na minha casa, durante a madruga.. tudo preguiçoso.. hehehe

Aww! saudades da Mel.. =/
**cuidando e aprovando comments com muiito carinho**

RrrRr! ;*

Juliana disse...

Haaaaaaaaa... não para nããão!!!!!!!!!!!

Kira! disse...

Pô é sempre assim, sempre termina e deixa a gente com vontade de " quero mais" hahaha.
Amanhã vou ficar que nem louca no F5 aqui. hahahaha


Beijos meninas. (Mel e Noelly. )
=*

Lu disse...

Caraca, é mais fácil voltar do Afeganistão inteiro que essas duas se encontrarem... Alguém aí tem idéia de quantos capítulos falta pra isso acontecer? Mel, podia fazer um game FM, onde a personagem tinha que passar por todas as garotas, as ex, o porteiro, o Fer, umas baladas sinistras e mais talvez um guarda de trânsito ou um chefe no trabalho...dá umas 30 fases até encontrar a Mia!! :)