- »

março 02, 2010

Os Pilantras

_Não sei o que me deu - o Fer resmungou - burrice, só pode ter sido. Agora a Jú vai ficar cheia de nhé-nhé-nhé para cima de mim, me enchendo o saco, querendo sair e me ver... Puta merda. E a Mia também vai acabar descobrindo uma hora ou outra... Vai ser um inferno. Eu sou um idiota, mano.
_Relaxa, meu... O que você vai fazer agora? Já foi. E também não é o fim do mundo, foi uma vez só, logo passa. É só não deixar a Mia ficar sabendo – eu me estiquei até a ponta do sofá e alcancei meu maço, tirando um cigarro e o isqueiro lá de dentro – não me vai dar uma de honesto e ir contar, meu. Ela vai ficar mega arrasada. Na boa, eu juro que te bato.
_Não vou contar – ele riu – mas, porra... se esse negócio vazar...
_Não vai vazar.
_É... – ele levantou as sobrancelhas, sem colocar muita fé – eu vou ter que prestar atenção no que eu falo daqui para frente. Espero que a outra não fique me mandando recado, me ligando...
_Bom, pode acontecer... Daquela lá eu não duvido nada.
_As suas minas não ficam sabendo? – ele perguntou, depois de um tempo, me olhando.
_Sabendo do que? Quem? – respondi, sem entender direito.
_Como “do que”? – ele riu – mano, nunca vi alguém ir e vir de uma para outra que nem você... Elas não ficam sabendo, não? Não te encontram por aí com outra? Não vêm recado uma da outra na internet? Porque, porra, não é possível!
_Ah, sei lá... Sai umas brigas, mas depois todas elas acabam voltando para mim – eu brinquei, rindo.
_Tá bom... Vai nessa, ô irresistível.
_Você está bravinho aí porque eu sei fazer bem feito e você não, fica aí com medo de abrir o jogo e perder a namorada. Contenha sua inveja e resuma-se à sua insignificância perante a mim!
_Falou a humildade em pessoa, hein... – ele riu e eu dei de ombros, tragando o cigarro mais uma vez – sabe o que é, meu... Faz, sei lá, mais de 9 meses que eu estou comendo a Mia e... e é só a Mia, manja, o tempo inteiro – eu te odeio mil vezes, seu ingrato! – aí eu vi a Júlia lá e ela tava toda fácil, porra, dando maior sopa... passou aí... a Mia não me mandou mensagem a noite toda... sei lá, esqueci de tudo e daí quando eu fui ver... já tinha feito a merda.
_Bom... valeu a pena, pelo menos? – eu olhei para ele, com um sorriso imprestável, e ofereci o cigarro.
_Não – ele riu, tragando logo em seguida – foi um lixo.
_Mano, como você é idiota.
_É – ele passou a mão na cabeça e me devolveu o cigarro – mas, e aí? Foi legal lá ontem? O que vocês fizeram? A Mia sumiu, porra... morreu. Não manda notícia desde ontem à tarde. Deve ter sido bom o negócio, não?
_Ah, você não faz idéia... – eu não me contive e ri.

7 comentários:

Amanda P. disse...

Coitado.......pobres homens inúteis, sem percepção alguma....

HUAHAUHAUHAUHAHA!!!

Anônimo disse...

adoru os dialogos deles :}

Juliana disse...

Hhauahauha adorei o comentario da Amanda P.

Exato.

Coitados....

Anônimo disse...

ahhahaha ele nao faz ideia mesmo....

coitadinho!!!

Anônimo disse...

aiiaiaiiai..ta otimo..
e a mia? morreu? hahaha super apressada eu

RaahXD disse...

'deve ter sido bom o negocio..'
Bom se a mih nao tivesse ficado um kdim mais poderia ter sido melhor neeah but anyway...(66

Lu disse...

Corrigindo meu voto da enquete do post passado: a FM é a pilantríssima da hora! E justamente por isso, o mundo vai cair na cabeça dela... Imagina a cara de todos outros personagens quando souberem de tudo!?!? É capaz de até a Júlia re-aparecer das trevas pra dar uns esporros na FM... Haja grana pro cigarro!