- »

abril 01, 2010

Maus hábitos

Uma a uma, as luzes coloridas do Sonique passavam dançando pelo meu rosto. Eu olhava em volta, encostada numa das paredes da pista, e pensava o que diabos eu estava fazendo ali. A Dani tinha me colocado na lista. De qualquer forma, não tinha como voltar agora – ou tinha, eu é que não queria. Eu precisava vir, precisava, me convencia mentalmente. Afinal, todo mundo tem uma história mal resolvida e a Dani era a minha.

Uma das minhas, pelo menos.

Por pura cautela, não fui falar com ela assim que entrei. Ela já estava na cabine do DJ, começando a esquentar os seus discos e a pista, que se enchia numa rapidez incrível. Fiquei de longe, observando-a, e ela sorriu na minha direção, rapidamente, sem me dar muita importância. Seu cabelo estava mais escuro e mais curto, repicado e mal-preso em um rabo, o que a obrigava a jogar a franja constantemente para o lado com a cabeça. Ela ficava realmente mais bonita quando não se esforçava. E naquela noite, uau, ela não estava se esforçando nem um pouco.

Por um ano, a Dani tinha ficado fora, morando na França com os pais. Mas eu não a via desde muito antes disso. Por tempo demais, pensei e acendi um cigarro. Nós tínhamos um relacionamento confuso, mas mais intenso e verdadeiro do que a maioria dos que eu já tive. Bem lá no fundo das nossas entrelinhas, nós estávamos sempre “para acontecer”. Só que nunca realmente acontecemos. A verdade é que a Dani era tão imprestável quanto eu e me dava bem menos bola do que eu gostaria – o que, para mim, era uma raridade desagradável. E infelizmente, instigante.

Caráter à parte, agora ela aparentemente era aspirante a DJ. E dez... cem... mil vezes mais gata. Merda, eu realmente não deveria ter vindo, me arrependi, enquanto a olhava jogar aquela franjinha castanha de cima dos olhos. Eu odiava garotas assim. Irresistíveis. Odiava muito. Eu conseguiria dizer “não” para qualquer rabo-de-saia insignificante que passasse na minha frente – só não o fazia tão frequentemente porque, vamos ser sinceras, nunca vi vantagem em recusar baixaria. No entanto, sentia uma dificuldade considerável em resistir a meninas como a Dani. Ou a Mia, ao que me consta. E essa falta de controle me incomodava. Bastante.

Ainda assim, eu não conseguia evitar.

“Words like violence, break the silence...” e, de repente, acordei dos meus pensamentos como num susto. Aquilo era Depeche Mode, ecoando pela pista inteira. Olhei para cima e a Dani me encarava discretamente ao longe, como se já esperasse que eu fosse me virar na sua direção. Levantei as sobrancelhas, num gesto referente à música, e ela piscou indiscreta para mim. Eu sorri e traguei mais uma vez o cigarro. A porra da faixa era minha, eu sabia. Ah, eu vou me dar bem hoje, presumi satisfeita. E cantarolei “Enjoy the Silence”, entre uma tragada e outra. Finalmente. 

15 comentários:

Bianca Breves disse...

Depeche Mode é supimpa. Já ouviu Kraftwerk?

Anônimo disse...

quero maaais!

Diddy_Black! disse...

Já não presumo toda satisfeita mais nada... as coisas nunca saem como o previsto!

Juliana disse...

Dava até pra sentir a música e ver ela arrumando o cabelo hehehe..
Vc escreve muito bem mesmo!

Bjos

Anônimo disse...

nhaa ja gostei da daniiiii :}}

Larissa disse...

haha posta maiis! ;*

Anônimo disse...

Ameii o post..e a Dani tbm rsrsrs

PriscieAraujo disse...

Posta mais... hahaha Brincadeira.

Nada como um outro alguém pra fazer a GFM esquecer a Mia por alguns momentos. A Dani, principalmente, pelo fato de não dar tanta bola pra ela vai ser merecedora de um tempo extra, pois afeta o ego da GFM.

Well, eu acho! rs

Bru disse...

vc. eh mto genia,AMEI!! vale a pena esperar pelos posts.. kd vez melhor!!!

Dea disse...

olha, não é porque você tá comendo tortilla de breakfast que tem o direito que abandonar a FM dessa forma, haha! brincadeirinha, Mel, enjoy!

post sensacional!

beijos =*

Stella Polaris disse...

curti :)
e, viu, parabéns pelo sucesso!

Lu disse...

Por que Enjoy the Silence?

Hellen disse...

Que gosto musical hein?!... Maravilha.
Ah, comecei a ler Fuckin Mia recentemente (dois dias atrás) e tô gostando muito, muito mesmo. é viciante. rsrs fico até a madruga lendo. =D Você escreve muito.

( the girl fucking Mia ) disse...

Owwn, obrigada e obrigada por comentar. Que bom que está gostando :) bem-vinda!!

@livia_skw disse...

Adoro esse <3

"All I ever wanted, all I ever needed is here in my aaaarms..."