- »

maio 18, 2010

A.S.C. - Agonia dos Sem-Carro

Quinta-feira à noite e o menor ponteiro do relógio da cozinha escorregava para o número “10”. Eu o encarava, impaciente, segurando o cigarro de n° 39 entre os dedos. Vestia a minha melhor regata “quero te comer” preta por cima de um skinny jeans desbotado que beirava a promiscuidade deliberada. Um par de All Stars, os braços de fora e cabelo solto.

Pronto.

Na verdade, eu é que estava “pronta” já já quase vinte minutos. Cadê a porra do Gabriel, mano?, eu apoiava os cotovelos na mesa e tragava mais uma vez, olhando para o relógio na parede. O combinado era que ele passaria com o carro para me pegar às 21:45 e eu, que nunca fui pontual, estava milagrosamente a postos antes disso. Agora esperava ansiosamente pela minha carona, a um minuto de distância de um enfarte.

O apartamento estava vazio, silencioso. E era bom que estivesse – eu não queria encontrar com o Fer. Nos falamos horas antes, por SMS, e ele avisou que chegaria só mais tarde, mas não disse quando. E “mais tarde” já poderia ser naquele exato momento. Isso não é bom, eu me precipitava. Com todas as minhas forças, eu torcia para que o Gabriel chegasse antes e, assim, evitasse um encontro constrangedor com o namorado da garota que eu estava prestes a levar para sair. A culpa acabaria com a minha noite. E eu não conseguia evitar senão pensar que se isso acontecesse, seria um puta de um desperdício.

E o prêmio “Canalha do Século” vai para...

...enfim, o meu telefone tocou. Para a minha sorte, era a minha carona. Saí com pressa da cadeira, sem gastar mais um segundo naquele apartamento. Apaguei todas as luzes rapidamente, coloquei o celular no bolso e peguei as chaves de casa antes de sair. Eu gostava de andar por aquele corredor sem saber quando iria voltar – com sorte, na manhã seguinte. Atravessei o meu andar em direção ao elevador, tentando terminar o cigarro antes de chegar na porta metálica.

A rua estava semivazia, ocupada por um vento leve e frio tipicamente paulistano, e o carro do meu amigo estava mais cheio do que eu esperava. Dividi o banco de trás com dois colegas de faculdade dele – rodeada, de repente, de futuros publicitários –, enquanto o Gabriel assumia a direção com a namorada sentada do seu lado. E ainda faltava a Mia.

O Gabriel era um amigo de alguns anos já. Havíamos nos conhecido ao acaso num buraco indie chamado Atari e desde então mantivemos contato. Na época, eu estava me separando de uma garota-problema que eu arranjei – numa das piores decisões da minha vida – como consolo para me distrair por algumas semanas desastrosas, infernais, após o fim turbulento e bem mal-resolvido do meu namoro de onze meses com a Marina.

O resultado foi um caos. E envolveu uma quantidade inacreditável aspirinas para combater minha enxaqueca constante, uma ressaca após a outra, seguidas de centenas de ligações psicopata-possessivas para o meu celular. Ou seja, não podia nem ver mulher na minha frente quando resolvia sair e, numa dessas, acabei trombando com um Gabriel bêbado no Atari. Foi amizade instantânea.

Apesar da grande consideração que ele havia adquirido por mim, ao longo dos anos, e das furadas que enfrentamos juntos, não foi fácil convencê-lo a ir buscar minha garota lá em Higienópolis. Sendo que, né, o bar ficava no Itaim. Era até sacanagem fazer um pedido desses. Eu podia sentir o ódio mudo de cada integrante daquele carro enquanto seguíamos na direção oposta... por longos minutos.

_É aqui! – eu anunciei, assim que avistei o prédio da Mia.

Dei um toque no seu celular e ela logo saiu pelo portão, como se já estivesse esperando lá embaixo há algum tempo. A namorada do Gabriel me deu passagem e eu desci do carro, empolgada, ganhando um sorriso imediato da Mia assim que ela me viu. Todos os marmanjos que esperavam dentro do veículo espiavam atentamente o motivo maravilhoso pelo qual havíamos dirigido até ali, enquanto ela atravessava a calçada naquele vestidinho curtíssimo, com as tatuagens e as pernas de fora. O meu coração não ia aguentar.


Simplesmente perfeita, meu.

30 comentários:

Sabrina disse...

Oh boy... #hot

Lu disse...

Tá tudo muito certinho! Isso não tem cara de FM....

Anônimo disse...

De verdade, ontem à noite no MSN eu fundei o TeamMarina. Sério, Marina for life! De preferência como eu a imagino. rsrs

A verdade ainda maior é que meu estômago tá alucinado só com a ideia do que ainda pode acontecer. Ai ai ai, esse Fucking Mia me mataaa! =x

eutenhoproblemas disse...

Atari meu! Hahahahaha! Ressuscitou!

disse...

Argh Mel,Mel só tu mesmo cara! Tava no trampo rachando de sono e na expectativa do post novo.Qndo vi teu tweet,foi uma injeção de adrenalina \o/ e Corri pra cá,o post tá super comportado mas descrevendo perfeitamente a realidade dos ferrados q andam a pé rsr.Plantaste a semente da curiosidade e da expectativa pelo próximo post na minha cabeça. Wow,preciso de Re-hab

Sharla disse...

mas que vicio delicioso esse blog. Eu queria um pouco da festa mas imaginei que não ia ter ainda. Mas fiquei satisfeito soh de ler post novo.. hehehe

sacanagem mesmo a Mia nÃo podia ter pego um taxi? é muita mordomia..aguardo a continuação ;D

juju disse...

como alguém já disse... eu até gostaria ou não, que tudo desse certo mas sinto cheiro de confusão no ar, tá tudo meio parado, pronto pra explosão...
beijos

anni disse...

ótimo presente!!

me identifiquei tanto com esse post... adorei a mini-historinha no meio, sobre o gabriel, é muito legal conhecer as "origens" das pessoas e um pouco mais da protagonista... mas o mais lindo foi:

"eu gostava de andar por aquele corredor sem saber quanto iria voltar (...)"

sou eu :~~
(L)

Mari disse...

Pela reação da FM, valeu cada segundinho da espera.

Que gelinho na barriga!

;*

Cris disse...

LINDOOOO...

Eu achei este post poético...Retrata emoções que sentimos quando existe uma certa"exitação", ansiedade, adrenalina.

Vontade louca de estar ao lado da pessoa que se está afim ... talvez não seja amor pode ser uma louca paixão daquelas proibidas, daquelas que fizemos de tudo para dar certo, embora sabemos em nosso intimo que por mais que tenhamos esperança ele dificilmente dará certo, pois as energias do universo vão contra a união de ambos os seres ...

Ansiosa pelo próximo ..
bjs

femonshy disse...

MEU DEUS, TÔ APAIXONADA POR VOCÊ. ASIDUHASUDHASIDHASUIDAS.

Dea disse...

nossa, lembrei do Atari ESSE fds. não era buraco, vai? era legalzinho! eu só lembro do bar, mas era legal, hahahaha!

ja.webs disse...

ai que tudoooooooooo, to ansiosa

Anônimo disse...

A calmaria antes da tempestade!

Anônimo disse...

Acho que ela merece mesmo um pouco de mordomia hahah
Ansiosa pela continuação :]

Dú Prado disse...

legal, legal.

=)
duhprado.blogspot.com

PriscieAraujo disse...

Nossa, o Atari... confesso que eu gostava dos desenhos nas paredes! Hahaha

É, ninguém queria busca a Mia dressed to kill, mas agora tá todo mundo babando, né?

E o dia da festa chegou. Finalmente o primeiro encontro oficial das duas. Friozinho na barriga...

l sayuri * disse...

saudade do atari!

Dea de novo! disse...

A.S.P. - Agora dos SEM POST! =D

Juliana disse...

Magnifique!!!!!!!!!!!!

Muitas borboletas no estômago lendo esse blog!!!Hhhehhe!!!


More please!!!


Kisses

matt. disse...

Atari saiu do fundo do baú.. mas confesso que me identifiquei muito com o post.
A cada dia melhor, Mel.

<3

Anônimo disse...

"Será que essa gente percebeu...
Que essa morena desse amigo meu,
ta me dando bola tão descontraída..."
Zeca Baleiro - Bola Dividida

Não sei porque lembrei dessa música ai viu hehehe...
Parabéns pelo blog!!!
muito bom...
posta maiissssss!!!

Rafaela disse...

caraca, atari?? haahaha
nunca fui, né, mas ouvi varias histórias de lá!
ansiosa pro próximo post, ai ai!!!

melori disse...

Otimo poust...acho q finalmente elas merecem um "encontro" digno de 2 meninas q se querem muito... Sinceramente.. faz tempo q espero ler esse encontro... bjos e parabens

Brubs disse...

Ah mew, tbm acho que elas mercem um "encontro" sem que aconteça tanta zona dessa vez! Ao menos um bonitinho que as coisas dêem certo! haha...
Aiaiai... ansiedade pelo próximo post!
Havia mais de uma semana que não podia entrar aqui pra ver o que acontecia e, no fim, devorei os posts e novamente quero maaiiss!!!
=P

Anônimo disse...

Eu acho q deveria esquecer o show, ja que nao vai caber no carro mesmo
e fazer um programa só vcs duas ..rs

Alice disse...

A.S.P.A - Agonia dos Sem-Post Atualizado! rsrs

blog marvilhoso! parabéns!

piper disse...

A.S.P.-Agonia dos Sem-Post :(

Anônimo disse...

Na verdade o título deveria ser A. F. S. C. - Agonia das Fãs Sem Capítulo

Xuhzin disse...

* se recuperando das perdas de post FM D:*
WAAAAAAAAA ateh aki foiiii
falta só 3 agoraaa \o\
logo volto a acompanhar decentemente D:

parabens melll \o\ mto bommm