- »

fevereiro 09, 2010

O Atraso

Na manhã seguinte, veio a ressaca. Moral ou não - talvez as duas, não sei. Abri os olhos e senti minha cabeça doer, mas que droga. Olhei para o lado e vi a Roberta, deitada só de calcinha na minha cama, adormecida. O que diabos eu fui fazer? Às vezes acho que o meu julgamento falha à noite, especialmente de madrugada. Sou dominada por uma força inconseqüente e me torno uma megalomaníaca, egocêntrica e sem escrúpulos. Eu só faço merda, lamentei e me levantei para desligar o alarme do celular, que martelava na minha cabeça.

Vesti alguma coisa apropriada para trabalhar e acordei a Roberta, que pulou da cama ao ser informada que já eram quase 8 da manhã. Tentei arrancar um “bom dia” dela, mas sem muito sucesso: ela estava atrasada e sem tempo para joguinhos sexuais com a minha pessoa. Ao chegarmos à cozinha para tomar café-da-manhã, nos deparamos com o outro trabalhador esforçado daquele apartamento, trajado de samba canção e olheiras imensas.

À primeira vista, o Fer continuava emburrado comigo, devido aos acontecimentos da noite anterior. Assim que eu entrei, ele olhou para a minha cara e depois me ignorou, tomando um gole de água e desviando o olhar para o outro lado, enquanto apoiava-se na pia. No entanto, ao notar a Roberta entrando atrás de mim, ele sorriu.

_Nossa, você eu não via há tempos por aqui! – entusiasmou-se.
_Só eu que não, né? – ela se aproximou para cumprimentá-lo, rindo – quem andou tomando café com você além de mim, hein?
_Ah... – ele riu – isso você esclarece com aquela ali... eu não vou me meter.
_Olha, eu não sei do que vocês estão falando... – dei de ombros, absolvendo-me.
_Você sabe que sempre foi minha favorita, Ro – ele abraçou-a de lado e me olhou satisfeito – achei que vocês não estavam mais juntas... que bom que vocês voltaram, meu.
_Não, nós não voltamos, Fer... – respondi prontamente, rindo – aliás... nós sequer “fomos”.
_Mais ou menos, não é? – a Roberta retrucou, me fuzilando com os olhos.

Os dois ficaram de gracinha por alguns minutos, me chamando de “Coração Gelado”, enchendo o meu saco e matando a saudade um do outro. Enfiei a cara na dispensa, à procura do cereal e da minha integridade. Aquilo era uma tortura. Logo, porém, para o meu alívio, a Roberta deu-se conta do horário. Saiu correndo pela porta, atrasadíssima, e sequer me deu um beijo de despedida, o que – admito – incomodou um pouco o meu injustamente apelidado “Coração Gelado”.

_Meu, na boa, você devia namorar com ela – o Fer comentou, ao me ver entrando novamente na cozinha, já desacompanhada.
_Não, obrigada.
_Por que não?

Porque a única garota que eu realmente quero é a sua, pensei e achei certa graça na situação.

_Hein? Por que não? – ele insistiu, diante do meu silêncio.
_Não é da sua conta – respondi, sendo grossa.
_Nem vi ela chegar ontem... Que horas a coitada veio para cá?
_Tarde, sei lá. Meia noite e pouco...
_Mano, olha isso, quinta-feira... a garota te adora! - ele se exaltou - meu, sabe-se-lá por que motivo, ela é completamente idiota por você e você não está nem aí...
_Eu gosto dela, Fer, não é isso – respondi, acendendo um cigarro - só não vou casar com ela, porra.
_Talvez você devesse, ao invés de ficar aí pulando de galho em galho... – ele murmurou.
_Que é? Deu pra dar palpite agora?

Ele ficou quieto e balançou a cabeça, como se eu o tivesse irritado. Comemos o restante do café-da-manhã em silêncio e eu saí o quanto antes para trabalhar. Intrometido, me revoltei, aquilo só podia ser retaliação pela noite anterior. E, portanto, o clima naquele apartamento continuava imprestável.

4 comentários:

( the girl fucking Mia ) disse...

Desculpem-me pelas longas demoras para postar, meninas... Estou de mudança e com um novo emprego, portanto, sem tempo e nem fôlego! :/

Mas de agora em diante será melhor, prometo. E os próximos posts são fundamentais, aguardem... hehe

Obrigada pelas visitas e comentários!
:)

Bruna disse...

Eu gosto mais da Roberta do que vc! ahahahhaahhaha

mto bom, mto bom!

Anônimo disse...

eu gosto da roberta mas gosto mais de vc rs mto bom mesmo!!

AmyLy Love disse...

hsuahsauhs'
Uma pergunta ,essa historia é de verdade?
Kiss